Virose tira Jaime Melo da penúltima etapa da American Le Mans

29 de agosto de 2010

As duas primeiras posições no resultado dos treinos livres da sexta-feira (27) trouxe à Risi Competizione a expectativa de um de seus fins de semana mais positivos na temporada 2010 da American Le Mans Series. No entanto, apesar de ter conquistado a pole-position da categoria GT com o italiano Gianmaria Bruni, a equipe texana acumulou fatos negativos neste sábado (28) na cidade canadense de Bowmanville, no circuito de Mosport.

A Risi, como sempre, inscreveu dois carros. Um, o de número 62, com a dupla vice-líder do campeonato, formada por Bruni e o brasileiro Jaime Melo, que atuam juntos desde o início da disputa. O outro, número 61, teria o alemão Pierre Kaffer e o finlandês Toni Vilander, em formação de dupla ocasional. Fatos distintos impediram Kaffer e Melo de participar da corrida deste domingo (29), com largada prevista para as 16h05 de Brasília.

Kaffer sofreu um forte acidente no treino livre da manhã. Bateu a cerca de 240 km/h. Socorrido ao Lakeridge Health Hospital, em Bowmanville, o alemão foi submetido a uma série de exames e liberado em seguida, sem ferimentos graves. Melo foi acometido por uma virose estomacal. Examinado, teve a participação na corrida vetada pelos médicos. O carro do brasileiro nas duas horas e 45 minutos de corrida será pilotado por Bruni e Vilander.

Ter a dupla desfeita na reta decisiva de um campeonato não chega a ser uma completa novidade para Jaime Melo. Em 2006, ele e o parceiro Matteo Bobbi lideravam a classe GT2 do Mundial FIA GT. Naquela ocasião, foi o italiano quem viu-se fora da etapa final. O brasileiro marcou pontos na corrida decisiva e foi declarado campeão. Sua ausência em Mosport deixa Bruni como único capaz de impedir o título dos líderes Jörg Bergmeister e Patrick Long.

Texto:Luciano Monteiro.
Foto:Jaime Lefebure/Divulgação.