Stock Car: Corinthians inicia trabalhos para a "Corrida do Milhão"

3 de setembro de 2010

A sexta-feira do centenário não foi como o Corinthians esperava no Autódromo de Interlagos. Pequenos problemas minaram o trabalho de Ricardo Zonta e Antonio Jorge Neto no primeiro dia de atividades para a “Corrida do Milhão” da Stock Car, um dos eventos com a maior premiação do esporte brasileiro. Correndo com o capacete especial, desenvolvido pela OMP com as cores e o símbolo do Timão, além da assinatura e a bênção de todos os jogadores do clube paulista _incluindo as de Ronaldo e Roberto Carlos_, Ricardo Zonta terminou em 15°. O outro piloto da equipe, Antonio Jorge Neto, teve menos sorte e foi 26°. Apesar de o resultado não ter sido o esperado, os torcedores tiveram um alento: a dupla de mosqueteiros corintianos ficou à frente dos rivais do Palmeiras, no Dérbi que agita as pistas neste fim de semana.

“O carro não esta do jeito que a gente deseja”, afirma o engenheiro da equipe, Guilherme Ferro. “Mas isso não significa que estamos mal, mas, para quem tem pretensão de disputar a corrida com chances de pódio, vamos fazer uma análise bem minuciosa para vermos se descobrimos o porquê de as coisas não estarem acontecendo como esperamos. A noite é uma criança. A sexta-feira é um dia de testes e avaliações, onde não é possível fazer comparações concretas”, completou Ferro, que passará a noite nos boxes de Interlagos, estudando a melhor maneira de solucionar os problemas.

Neste sábado, os carros do Timão vão para a pista logo cedo: às 8h (de Brasília), acontece o terceiro e último treino livre. Às 11h, acontece a tomada de tempos para a definição do grid de largada. Os treinos têm entrada franca.

Fotos:Vanderley Soares/MS2