Stock Car: começa a corrida pelo Milhão

3 de setembro de 2010

O caminho para o prêmio de um milhão reais na Stock Car começa nesta sexta-feira. Os 34 pilotos que disputam a categoria iniciarão o treinos livres oficiais para a Corrida do Milhão Goodyear, programada para este domingo, a partir das 11h, no Autódromo Internacional José Carlos Pace. Ajustar o carro e buscar o melhor rendimento possível são as metas de equipes e pilotos nas duas sessões programadas para esta sexta-feira, às 11h20 e 15h35. Mas o dia começa mais cedo, a partir das 8h, com os treinos do quarta etapa do Mini Challenge e da quinta corrida da Copa Chevrolet Montana.

A mais importante corrida do ano. Assim será a Corrida do Milhão, válida pela sétima etapa da Copa Caixa Stock Car. Sua importância vale pelo prêmio, um dos maiores já pagos nos automobilismo nacional, e pelo momento na competição, já que será a penúltima etapa antes da Super Final, na qual apenas dez pilotos continuarão na briga pelo titulo e ainda a lista não está definida. Como se vê, o topo do pódio nunca teve tanta importância como desta vez. Uma coisa é certa: a Mega Sena talvez não faça nenhum milionário neste final de semana, mas a Stock Car certamente fará.

A corrida, como não poderia deixar de ser, terá uma formato diferente. Serão 36 voltas no circuito de 4.309 metros, com a previsão de duas paradas (pit stops) e troca de pneus. Por isso, será uma disputa muito mais estratégica, com pilotos e equipes buscando a melhor forma de encarar o desafio. O vencedor da primeira edição da Corrida do Milhão, o paraibano Valdeno Brito, fala sobre sua expectativa.

“Na Stock Car, vencer uma corrida é extremamente difícil, pois temos pilotos e equipes de excelente qualidade. E essa corrida, em especial, torna-se ainda mais difícil por ser mais longa, e consequentemente mais desgastante tanto fisicamente quanto para o equipamento. A equipe também terá um trabalho fundamental, pois serão dois pit stops e para vencermos tudo tem que sair perfeito. Deverá ser uma prova emocionante”, diz o piloto da Cosan Mobil Super Racing (Chevrolet).
Na briga pela classificação, o sorocabano Átila Abreu, da AMG Motorsport (Chevrolet), está na frente com 94 pontos; seguidos pelos dois pilotos da Eurofarma RC (Chevrolet), Max Wilson, 72; e Ricardo Maurício, 71. Os dez mais bem colocados após seis etapas são os seguintes: 1) Átila Abreu, 94; 2) Max Wilson, 72; 3) Ricardo Maurício, 71; 4) Cacá Bueno, 61; 5) Nonô Figueiredo, 57; 6) Felipe Maluhy, 56; 7) Daniel Serra, 54; 8  Allam Khodair, 47; 9) Julio Campos, 36; 10) Thiago Camilo, 28.

Vale destacar que, mais uma vez, a Copa Caixa Stock Car apresenta grande equilíbrio, com seis vencedores diferentes em seis etapas: Max Wilson, em São Paulo; Allam Khodair, em Curitiba; Ricardo Maurício, no Velopark; Felipe Maluhy, no Rio de Janeiro, Átila Abreu, no GP Ribeirão Preto; e Cacá Bueno, no GP Bahia.

Foto: Fernanda Freixosa//Vicar