Mais uma vitória do "Homem Aranha"

5 de setembro de 2010

Na noite deste sábado (4) foi realizada a 15ª etapa do campeonato da Fórmula Indy 2010 no circuito oval de Kentucky. A vitória ficou com o brasileiro Hélio Castroneves, da equipe Penske, após largar na oitava colocação. Essa foi a segunda vitória do brasileiro na temporada e agora é o quarto colocado no campeonato com 448 pontos conquistados. Na segunda colocação ficou o norte-americano Ed Carpenter que largou na pole-position, seguido do britânico Dan Wheldon que liderou o maior número de voltas da corrida e completou o pódio na terceira colocação.
O baiano Tony Kanaan, outro brasileiro que teve grande destaque na corrida após largar na 26ª colocação, completou a prova na quarta posição. Na quinta colocação cruzou a linha de chegada o vice-líder do campeonato, o escocês Dario Franchitti, que agora soma 535 pontos, diminuindo a diferença no campeonato para 17 pontos em relação ao líder, Will Power.

Na sexta colocação chegou Marco Andretti, seguido de Scott Dixon e de Will Power em oitavo, somando 552 pontos e continuando líder da temporada da Fórmula Indy. A norte-americana Danica Patrick foi a nona colocada na corrida e Bertrand Baguette completou a prova em décimo, melhor posição dele nesta temporada de estréia na categoria.

Entre os demais pilotos brasileiros que competira nesta noite, Raphael Matos foi o 16º colocado e Mario Moraes o 18º. Vitor Meira se envolveu em um acidente e ficou de fora da disputa ainda na primeira metade da corrida.

Como foi a corrida.

Logo na primeira volta, o japonês Takuma Sato perdeu o controle de seu carro na saída da curva quatro e acabou batendo no muro, provocando a primeira bandeira amarela. O norte-americano Ryan Hunter Reay que vinha logo atrás tentou desviar do piloto da KV Racing Technology e acabou rodando, mas não bateu.

O destaque inicial dessa largada foi o brasileiro Tony Kanaan, que largando na 26ª colocação, já estava em 16º lugar ao completar a primeira volta. A bandeira verde foi agitada na volta 10, algumas voltas depois Dan Wheldon assumiu a liderança da prova após ultrapassar o seu companheiro de equipe Ed Carpenter, o pole-position em Kentucky. O melhor brasileiro da prova até a volta nº 50 foi Vitor Meira.

A primeira janela para o reabastecimento aconteceu na volta 55, os dois pilotos da equipe Panther que lideravam a corrida entraram juntos no pit. Depois do reabastecimento dos primeiros colocados, o australiano Will Power assumiu a liderança da prova e seu principal concorrente no campeonato, o escocês Dario Franchitti voltou dos boxes na quarta colocação. Nessa altura da prova, Tony Kanaan vinha como o melhor brasileiro, quinto colocado.

Durante a volta 80, ocorreu a segunda bandeira amarela da prova. A suíça Simona de Silvestro fechou a porta do brasileiro Vitor Meira e os dois acabaram se tocando, na rodada, sobrou também para o australiano Ryan Briscoe, que vinha atrás dos dois. Com esta paralisação, os pilotos anteciparam a segunda janela do reabastecimento. Will Power que liderava a corrida voltou a frente dos demais pilotos. Essa bandeira amarela durou quinze voltas.

Hélio Castroneves que vinha pelas posições intermediarias, fez uma parada extra no pit na última volta desta bandeira amarela. Depois da segunda relargada, as principais posições se mantiveram. Power veio para seu terceiro reabastecimento na volta 143, mas acabou voltando na quarta colocação após cometer um erro na volta em que seus pneus estavam frios. O líder da prova neste momento foi o britânico Dan Wheldon, seguido de Dario Franchitti em segundo lugar. A prova seguiu em ritmo intenso e não teve mais nenhuma bandeira amarela, com isso, os primeiros colocados tiveram que fazer um rápido reabastecimento faltando menos de sete voltas para o final. O brasileiro Hélio Castroneves que estava em nono lugar tinha um pouco mais de combustível em seu tanque e não precisou fazer o chamado “splash and go”, vencendo a corrida desta noite no Kentucky.

A próxima etapa do campeonato é mais uma vez em um circuito oval, em Motegi, no Japão, no dia 18 de setembro.

Confira o resultado final do GP de Kentucky:

P. Piloto (nacionalidade) Equipe Diferença
1º Hélio Castroneves (BRA) Penske 200 voltas
2º Ed Carpenter (EUA) Vision-Panther Racing + 13s1597
3º Dan Wheldon (ING) Panther Racing + 13s9214
4º Tony Kanaan (BRA) Andretti Autosport + 13s9931
5º Dario Franchitti (ESC) Chip Ganassi + 14s1968
6º Marco Andretti (EUA) Andretti Autosport + 14s5669
7º Scott Dixon (NZL) Chip Ganassi + 15s1025
8º Will Power (AUS) Penske + 15s6142
9º Danica Patrick (EUA) Andretti Autosport + 15s8494
10º Bertrand Baguette (BEL) Conquest Racing + 2 voltas
11º Justin Wilson (ING) Dreyer & Reinbold Racing + 2 voltas
12º Paul Tracy (CAN) Dreyer & Reinbold Racing + 2 voltas
13º Alex Lloyd (ING) Dale Coyne Racing + 2 voltas
14º Tomas Scheckter (AFS) Conquest Racing + 2 voltas
15º Alex Tagliani (CAN) FAZZT Race Team + 2 voltas
16º Raphael Matos (BRA) De Ferran Dragon Racing +2 voltas
17º Hideki Mutoh (JAP) Newman Haas Racing +2 voltas
18º Mario Moraes (BRA) KV Racing Technology + 3 voltas
19º Milka Duno (VEN) Dale Coyne Racing + 6 voltas
20º Graham Rahal (EUA) Sarah Fisher Racing + 6 voltas
21º Ryan Hunter-Reay (EUA) Ryan Hunter-Reay problemas mecânicos
22º Sarah Fisher (EUA) Sarah Fisher Racing problemas mecânicos
23º Vitor Meira (BRA) A J Foyt Enterprises acidente
24º Ryan Briscoe (AUS) Penske acidente
25º Simona de Silvestro (SUI) HVM Racing acidente
26º Ernesto Viso (VEN) KV Racing Technology problemas mecânicos
27º Takuma Sato (JAP) KV Racing Technology acidente

Fotos: Ron McQueeney.