Stock Car: Palmeiras mostra fibra, mas fica fora dos pontos

5 de setembro de 2010

Um acidente e uma quebra impediram o Palmeiras de completar sua primeira prova na Stock Car. Com muita garra, Christian Fittipaldi e Gustavo Sondermann escalaram o pelotão em busca de pontos para o GC Palmeiras Motorsport, aliança entre o clube e a Gramacho Costa, mas não conseguiram recompensar a torcida, que compareceu em peso no Autódromo de Interlagos.

Depois de um início espetacular de prova, no qual ultrapassou diversos carros _entre eles o do Corinthians_, Christian foi atingido na nona volta pelo carro de Giuliano Losacco (que, curiosamente, é palmeirense). Contudo, o sobrinho de Emerson Fittipaldi ficou contente por ter estreado e feito um bom papel vestindo as cores verde e branco da Academia de Futebol.

“Achei que a repercussão do Palmeiras foi ótima”, afirma. “Pena que não terminei a corrida por causa do incidente com o Giuliano [Losacco]. Acima de tudo, queria ter terminado nos pontos, mas também queria completar a corrida, pois não havia abandonado em nenhuma outra. Queria tentar manter essa média, mas infelizmente virei passageiro e agora é virar a página”, comentou o ex-piloto de F-1, F-Indy e Nascar, entre outras categorias, que recebeu a visita do goleiro do Palmeiras, Bruno.

Já Sondermann, assim como Christian, fez uma ótima largada e andou próximo da zona de pontuação a prova inteira, até um problema mecânico forçar sua retirada. “Fiz uma boa largada e passei diversos carros. Sempre consegui aproveitar bem as relargadas, mas o diferencial de meu carro quebrou no fim”, lamenta. “Mas hoje tivemos uma experiência incrível, que foi o contato com a torcida do Palmeiras. Eles foram muito calorosos e até cantaram o hino na visitação. Foi bem bacana esse frisson”, completou.

A próxima etapa da Stock Car acontece daqui 15 dias, em Campo Grande (MS).

Foto:Rafael Gagliano/MS2.