Racing Festival: ingressos de Curitiba já podem ser retirados

9 de setembro de 2010

Os ingressos para a quarta rodada dupla do Racing Festival já podem ser retirados gratuitamente nos pontos autorizados de Curitiba – concessionárias Fiat, revendas Honda e postos Shell. Em seu regresso ao Paraná depois da etapa de Londrina em julho, a Fórmula Future Fiat, o Trofeo Linea e a 600 Hornet (motos) se apresentarão na capital do estado no próximo dia 26.

Idealizado e apadrinhado por Felipe Massa, o Racing Festival vem se constituindo em grande sucesso em seu ano de estreia nas pistas brasileiras. Há três semanas, em Interlagos, o próprio piloto da Ferrari acompanhou as provas de perto pela primeira vez e se mostrou impressionado com a receptividade do público e o excelente nível técnico das disputas. “A garotada da Fórmula Future Fiat mostrou um grande potencial. No Trofeo Linea, a experiência dos grandes nomes do automobilismo nacional garantiu um espetáculo de alto nível e equilíbrio. Não é à toa que as seis corridas apresentaram um vencedor diferente”, lembrou.

A Fórmula Future Fiat é uma categoria-escola que veio ocupar um vazio existente no País desde a extinção da Formula Renault em 2006. Os chassis são produzidos na França pela Signatech e os motores Fiat FPT de 150 cavalos geram cerca de 150 cavalos de potência, alcançando velocidade máxima em torno dos 200 km/h. O pacote de premiação é dos mais atraentes: além da temporada paga na Fórmula Abarth na Itália em 2011, o campeão ganhará vaga na Ferrari Drivers Academy, o programa de formação de jovens talentos mantido pela equipe italiana. O carioca Nicolas Costa lidera a classificação com 74 pontos, contra 68 do paulista João Jardim e 61 do gaúcho Francisco Alfaya.

No Trofeo Linea, que utiliza os modelos de rua da Fiat transformados para competição, a regularidade de atuações tem sido a receita empregada por André Bragantini para se manter na ponta da tabela desde a abertura do calendário no fim de maio no Rio de Janeiro. Paulista radicado há anos em Curitiba, Bragantini ainda corre atrás da primeira vitória, mas abriu uma confortável vantagem sobre os perseguidores mais próximos – tem 54 pontos contra 39 do carioca Cacá Bueno e 37 do paulista Giuliano Losacco.

Foto: Carsten Host.