GP2: Álvaro Parente alcança top-10

12 de setembro de 2010

A segunda corrida de GP2, realizada neste domingo (12), na pista de Monza,  Itália não foi profícua para Álvaro Parente que terminou no décimo lugar. Após os incidentes da prova de sábado (11), quando o jovem português terminou na décima segunda posição, apesar de ter arrancando do quinto lugar e de ter passado pelo terceiro posto, as possibilidades para a etapa de hoje eram limitadas. Porém, Álvaro Parente assumiu uma postura de ataque assim que se apagaram as luzes vermelhas, em bom arranque, ficando, contudo, bloqueado no congestionamento da primeira chicane, o que o impediu de subir na classificação. A partir de então, o piloto da Coloni passou a pressionar os pilotos que se encontravam imediatamente à sua frente, mas o seu carro não o ajudou a alcançar os seus intentos, uma vez que não apresentava o equilíbrio desejado, ultrapassando Crestani já muito perto do fim da prova. “Arranquei muito bem, mas alguns carros meteram-se à minha frente, o que me impediu de ganhar posições na travagem para a primeira curva. Andei sempre ao ataque, mas sentia o carro ruim, o que me impedia de tentar ultrapassar os pilotos que estavam à minha frente. Só quando começaram a sentir problemas de pneus pude ultrapassar o meu adversário mais próximo”, afirmou o piloto.

Depois do seu fantástico resultado de Spa-Francorchamps e de ter alcançado o quinto lugar na qualificação de Monza, era esperado que o jovem do Porto pudesse lutar por melhores posições, no entanto, os seus resultados ficaram condicionados pelos infortúnios de que foi vítima durante a prova de ontem. Contudo, Álvaro Parente olha para a prova de Monza de forma filosófica. “As corridas podem ser bastante injustas e, no fundo, foi isso que me aconteceu. Mostramos que tínhamos ritmo para andar nos lugares da frente, mas os resultados acabaram por ficar condicionados pelos incidentes de ontem. É preciso ultrapassar estes momentos menos felizes e olhar para o futuro”, considerou.

No próximo fim-de-semana Álvaro Parente voltará à Superleague Formula by Sonangol para disputar a etapa do Autódromo Internacional do Algarve da competição que reúne alguns dos mais importantes clubes de futebol do mundo.

Foto:Divulgação