Stock Car: Apenas a vitória interessa para o amazonense Antonio Pizzonia

16 de setembro de 2010

“Só a vitória interessa”. Assim o amazonense Antonio Pizzonia, piloto da equipe Hot Car Competições (Agecom/Bardahl), define seu objetivo para a disputa da 8ª etapa da Copa Caixa Stock Car, neste domingo (dia 19), em Campo Grande (MS). Além de vencer, o piloto precisa de uma série de combinações de resultados para terminar entre os 10 primeiros, que disputarão o título a partir da 9ª etapa.

A equipe sabe que não terá tarefa fácil, mas independentemente disso, vai continuar brigando para colocar os seus carros entre os primeiros. O time também terá nesta etapa o retorno de Norberto Gresse. O piloto sofreu um acidente domético em julho e quebrou a clavícula direita. Betinho teve de ficar duas provas afastado e foi substituído por Ricardo Sperafico.

Apesar de não ter completado a Corrida do Milhão, duas semanas atrás, Pizzonia mostrou potencial e chegou a estar em segundo lugar, quando teve um problema na bomba de combustível e foi obrigado a abandonar. O bom desempenho deu ânimo à equipe.

“Tivemos um carro muito rápido em São Paulo, mas infelizmente enfrentamos este problema. Mostramos que temos potencial, que o carro é bom e agora temos de reverter isso. Nossa única chance é a vitória e depois fazer as contas dos outros resultados. Temos de trabalhar para isso e acredito que o carro apresentará uma boa performance em Campo Grande”, declarou Amadeu Rodrigues, chefe da equipe Hot Car.

Pizzonia também chega a Campo Grande animado com o bom desempenho no final de semana passado na GT Brasil. O piloto, que corre ao lado de Walter Derani com uma Ferrari, conquistou a pole para a primeira corrida do final de semana.

“A corrida de Campo Grande vai ter uma pressão a mais e, para muita gente, vai ser o tudo ou nada. No meu caso, só a vitória interessa. Esse ano tivemos muitos problemas e falhas mecânicas, que me custaram caro. De sete corridas, acho que em quatro o carro quebrou, não por culpa da equipe, mas por falha nos equipamentos. E com isso fica muito difícil conseguir ter um campeonato bom”, desabafou o piloto

“Mas, independentemente do resultado, vou fazer o meu melhor e tentar a vitória”, destacou Pizzonia, que só correu em Campo Grande uma única vez pela Stock. “A pista é curta, com poucos pontos de ultrapassagem, então a classificação será muito importante”, completou.

Deixando o passado de lado e as duas provas que perdeu, Gresse volta à equipe preocupado em conquistar bons resultados e ajudar o time na classificação do campeonato. “As duas próximas etapas serão essenciais para a classificação da equipe e vamos trabalhar para colocar os dois carros na zona de pontos”, disse.

“Gosto bastante da pista de Campo Grande e estou confiante. O trabalho vem sendo bem feito, estão todos se esforçando, passei alguns dias na equipe, acompanhando os preparativos e agora precisamos chegar e pontuar. Temos aparecido bem nas corridas, mas está faltando consistência para chegar até o final”, concluiu.

“Estamos contentes com o retorno do Betinho e queríamos agradecer ao Sperafico. Apesar de não ter conseguido bons resultados nas provas, ele trabalhou muito bem nos treinos e ajudou a equipe”, finalizou Amadeu Rodrigues.

Os treinos para a 8ª etapa da Stock Car terão início nesta sexta-feira, dia 17, a partir das 11h40 (local – 12h40 horário de Brasília). No domingo (19), a prova terá sua largada às 10 horas (11 horas de Brasília).

Confira a programação para a etapa de Campo Grande (Horário Local):

Sexta, dia 17
11h40 às 12h20 – 1º Treino Livre (máximo 18 voltas) Grupo 1
12h35 às 13h15 – 1º Treino Livre (máximo 18 voltas) Grupo 2
15h20 às 16h00 – 2º Treino Livre (máximo 18 voltas) Grupo 1
16h15 às 16h55 – 2º Treino Livre (máximo 18 voltas) Grupo 2

Sábado, dia 18
8h05 às 8h45 – 3º Treino Livre (máximo 18 voltas) Grupo 1
9h00 às 9h40 – 3º Treino Livre (máximo 18 voltas) Grupo 2
11h20 às 12h50 – Treino Classificatório

Domingo, dia 19

Fotos:José Mário Dias – Cleocinei Zonta/Divulgação.