Daniel evolui e fecha última especial do dia em sexto

19 de setembro de 2010

O Rally de San Luis, válido pela nona etapa do Rally Argentino, tem sido de aprendizado para Daniel Oliveira (GDK/LMP/GDK Angola/LEFT São Paulo/INDEX). O piloto baiano, que compete pela equipe Baratero, teve um problema na parte inicial do dia, mas mostrou potencial e evoluiu a cada trecho que percorreu. No final do dia, na nona especial da primeira etapa, Daniel fechou com o sexto melhor tempo.

“Perdemos muito tempo com uma troca de pneu, que foi atingido por uma pedra e houve um dano que dificultou o nosso trabalho na hora da troca. Por isso, perdemos cerca de 15 minutos para fazer os reparos”, afirmou Daniel, que tem como navegador o compatriota Armando Miranda.

“Quando essas coisas acontecem logo no começo do dia, é um golpe na confiança do piloto. Mas aos poucos fui retomando isso, fui acelerando de pouco em pouco e logo já estava andando forte novamente”, explicou. Depois de consertada a roda traseira, atingida pela pedra, Daniel começou sua reação: fechou o terceiro trecho em 17º, e foi subindo: 13º, 11º nas três seguintes, 8º na penúltima e sexto na última especial do dia. “Fomos melhorando aos poucos e a parte final do dia foi bem melhor”, comparou.

Oliveira disputa regularmente o IRC (Intercontinental Rally Challenge) com um Peugeot 207 da Sthol Racing e é o primeiro brasileiro com carreira direcionada para o rali europeu de velocidade. A prova em San Luis serve para Daniel como preparação. “A corrida aqui é bem dura. Muito difícil, com bastante pedra pelo caminho. Aqui o piloto tem que ser muito cuidadoso. Agora estou mais confiante. A expectativa é acelerar ainda mais amanhã”, disse.

Neste domingo (19) acontecem mais sete especiais, que somam 55,9 quilômetros. A saída para o primeiro trecho acontece às 8h25.