Stock Car: Popó leva última vaga da superfinal

20 de setembro de 2010

Daniel Serra conquistou neste domingo a sua segunda vitória na Stock Car, ao comandar praticamente de ponta aponta – só deixou a liderança brevemente durante a janela para reabastecimento e troca de pneus – a oitava etapa da temporada. Além de levar o paulista de volta ao alto do pódio depois de um ano, a prova no Mato Grosso do Sul definiu os 10 nomes que decidirão o título nos playoffs das quatro corridas finais. De forma dramática, Popó Bueno ficou com a última vaga ao ganhar a 5ª posição de Ricardo Zonta quase na bandeirada e superar Thiago Camilo pela diferença mínima. Camilo terminou na 16º primeira colocação – a primeira fora da zona de pontos.

Serrinha, vencedor no Rio de Janeiro em 2009, largou da pole e resistiu aos ataques dos pilotos que se revezaram na segunda colocação – Marcos Gomes, Max Wilson e Nonô Figueiredo. “Demorou, mas conseguimos um fim de semana perfeito. Em algumas etapas, começávamos bem e as coisas não terminavam como esperávamos. Olhando de fora, pode ter parecido fácil, mas foi uma vitória difícil. Aqui em Campo Grande, por causa da sujeira da pista, é complicado até para quem está na frente. É preciso ter a mesma atenção de quem está no meio do bolo. Tive bastante cuidado, mas não poupei o carro em nenhum momento. É um resultado que dá motivação para os playoffs e para sonhar com o título de campeão”, comentou Serrinha, que começa a nova fase em quarto lugar, atrás de Ricardo Maurício, Átila Abreu e Nonô Figueiredo.

A partir do segundo pelotão, formado pelos pilotos que brigavam pelo quinto lugar, os torcedores foram recompensados com grande número de ultrapassagens e escapadas da pista. Os companheiros de equipe Popó Bueno e Xandinho Negrão acabaram se transformando em outros destaques. Popó esteve ora dentro ora fora da lista dos 10 que vão às superfinais e só pôde comemorar depois de cruzar a linha de chegada e ser informado da colocação de Camilo. Xandinho, 12º no grid, chegou logo atrás em 6º e lamentou que os problemas nas corridas recentes tenham-no tenham deixado de fora do melhor da festa. “É uma pena que um resultado tão bom como este tenha vindo em um momento em que só tinha chances remotas. Foram vários problemas que nos roubaram pontos importantes”, afirmou Xandinho. Embora afastado da disputa pelo título, prometeu não baixar a guarda. “O campeonato ainda não acabou. Ainda temos quatro corridas para correr atrás de resultados.”

O resultado da 8ª etapa (sujeito a verificações técnica e desportiva):

1º) Daniel Serra – Peugeot – 50min18s801

2º) Nonô Figueiredo – Chevrolet – a 2s183

3º) Marcos Gomes – Peugeot – a 12s169

4º) Ricardo Mauricio – Chevrolet – a 16s129

5º) Popó Bueno – Chevrolet – a 21s400

6º) Xandinho Negrão – Chevrolet – a 21s757

7º) Ricardo Zonta – Chevrolet – a 23s060

8º) Cacá Bueno – Peugeot – a 24s673

9º) David Muffato – Peugeot – a 32s473

10º) Luciano Burti – Peugeot – a 33s943

11º) Antonio Pizzonia – Chevrolet – a 36s135

12º) Allam Khodair – Peugeot – a 36s345

13º) Rodrigo Sperafico – Peugeot – a 42s545

14º) Alceu Feldmann – Peugeot – a 43s595

15º) Alan Hellmeister – Peugeot – a 50s103

16º) Thiago Camilo – Chevrolet – a 50s864

17º) Wilian Starostik – Chevrolet – a 56s412

18º) Giuliano Losacco – Peugeot – a 1min10s802

19º) Christian Fittipaldi – Chevrolet – a 1min15s915

20º) Constantino Jr – Peugeot – a 1min30s343

21º) Átila Abreu – Chevrolet – a 1 volta

22º) Pedro Gomes – Chevrolet – a 1 volta

23º) Duda Pamplona – Chevrolet – a 1 volta

24º) Cláudio Ricci – Peugeot – a 1 volta

25º) Lico Kaesemodel – Peugeot – a 2 voltas

26º) Thiago Marques – Chevrolet – a 3 voltas

27º) Betinho Gresse – Chevrolet – a 4 voltas

28º) Diego Nunes – Peugeot – a 8 voltas

29º) Antonio Jorge Neto – Chevrolet – a 9 voltas

30º) Max Wilson – Chevrolet – a 10 voltas

Classificação do campeonato:

1º) Ricardo Maurício – 225

2º) Átila Abreu – 220

3º) Nonô Figueiredo – 216

4º) Daniel Serra – 214

5º) Cacá Bueno – 212

6º) Max Wilson – 210

7º) Marcos Gomes – 209

8º) Felipe Maluhy – 208

9º) Allam Khodair – 207

10º) Popó Bueno – 206

14º) Xandinho Negrão – 25

Fotos:Miguel Costa Jr./MF2