Volkswagen apresenta Amarok com cabine simples em Hanover

23 de setembro de 2010

Após o sucesso do lançamento da Amarok cabine dupla, a Volkswagen está apresentando na 63ª edição do IAA – Salão de Veículos Comerciais, em Hanover, sua segunda versão, com cabine mais curta e caçamba mais longa. A Amarok com cabine simples é uma típica picape de trabalho.

Comparada com a Amarok cabine dupla e quatro portas, a Amarok com cabine simples, apesar de ter o mesmo comprimento total, oferece uma caçamba 65 centímetros mais longa, com extensão total de 2,205 metros. Ela pode transportar sem dificuldades dois pallets padrão europeu posicionados lateralmente, preservando ainda 60 centímetros de espaço para mais carga. Sem alterar a largura livre de 1,22 metro entre as caixas de rodas, a área de carga tem área útil total de 3,57 m². Seis olhais para amarração, equipamento standard, permitem que até mesmo objetos de grande porte possam ser transportados com segurança.

Picapes com cabine simples são consideradas instrumentos de trabalho clássicos, para uso diuturno na prestação de serviços, construção e agricultura. Um dos aspectos mais importantes para essas áreas de atividade é o tamanho da área de carga. Apesar disso, os engenheiros da Volkswagen também deram grande importância à criação de um espaço adequado para os ocupantes do veículo. Por isso, a cabine simples da Amarok é mais longa que a dos modelos concorrentes, permitindo que objetos de valor sejam guardados atrás dos dois assentos dianteiros.

A Amarok com cabine simples, exposta no Salão, é movida pelo conhecido motor 2.0 TDI com 163 cv ou pela versão com 122 cv, que está sendo oferecida pela primeira vez. Os compradores poderão escolher entre a tração traseira ou tração nas quatro rodas com redução, comandada por botão no painel. Para ambas as versões, é possível contar opcionalmente com bloqueio do diferencial no eixo traseiro. A suspensão peso-pesada permite que o veículo transporte uma carga máxima de 1,26 tonelada.

Fotos:Divulgação.