Esperando pela chuva

24 de setembro de 2010

O Racing Festival abre nesta sexta-feira as atividades da quarta rodada dupla do Trofeo Linea, Fórmula Future Fiat e 600 Hornet (motos), que integram o evento idealizado pelo piloto Felipe Massa. E a expectativa pela primeira vez no ano é de chuva durante os três dias de evento. O paranaense José Cordova, profundo conhecedor do Autódromo Internacional de Curitiba-Pinhais e dos humores do clima da região, acredita em asfalto molhado, mas apenas no domingo. “Só mesmo amanhã a gente vai ter uma ideia sobre as chances de chuva. Aqui as previsões não costumam acertar sempre”, disse o quarto colocado do Trofeo Linea, com 32 pontos. O líder é o paulista radicado na capital paranaense André Bragantini, que tem 54.

Apenas sete pontos atrás do vice-líder Cacá Bueno, Cordova também vai apostar na regularidade e na familiaridade com o circuito para dar um salto na classificação no fim de semana. “A gente poderia ter ido melhor em Londrina, mas tivemos problemas. Eu posso dizer que aqui a gente vai andar bem. O José Vitte também tem tido ótimo desempenho e tenho certeza que nossa equipe tem tudo para conseguir um bom resultado”, disse o piloto que há poucos meses disputou uma prova de longa duração em Pinhais. “Mas é outro universo”, disse.

Na Fórmula Future Fiat, a molecada que briga por uma vaga na Academia de Pilotos da Ferrari em 2011 não está muito preocupada com a chuva. Antes de passar aos monopostos, o gaúcho Francisco Alfaya já se virava em pistas escorregadias. “Em Londrina treinei com chuva e em São Paulo, nos testes coletivos que a categoria fez em Interlagos, também andei com a pista molhada. Quando andava na terra era assim, é bem parecido e não tenho medo da chuva. Para falar a verdade, até gosto”, garantiu o terceiro colocado do campeonato, com 61 pontos contra 74 do líder Nicolas Costa.

Outra jovem promessa que ansiosa para acelerar em Curitiba, seja com o tempo seco ou chuvoso, é o sorocabano João Jardim. O vice-líder da Fórmula Future Fiat treinou de kart durante a semana no Kartódromo Raceland, ao lado do circuito paranaense, e ficou um até pouco frustrado pela estiagem. “A gente escolheu treinar de Shifter Kart para ver se caia uma água… Assim já daria para entrar no clima do final de semana”, disse o jovem de 17 anos e 68 pontos na tabela. “Estou me dedicando demais a esse campeonato e estou preparado para qualquer tipo de clima aqui em Curitiba”, completou o vencedor da terceira etapa, em Londrina.

Nesta quinta-feira, o silêncio habitual dos boxes só foi quebrado pelo som dos motores dos Fórmula Future Fiat que estavam passando pelo regular processo de equalização de potência pelas mãos do piloto Felipe Giaffone e por um carro do Trofeo Linea que esteve à disposição dos jornalistas locais. Amanhã, a movimentação no Autódromo Internacional de Curitiba começará às 10h30 com o primeiro ensaio livre da Fórmula Future Fiat. O primeiro treino do Trofeo Linea está programado às 11h10 e o segundo, às 14h50. Já a garotada da Fórmula Future retorna à pista para mais dois treinos livres, um às 14h10 e outro a partir das 16h40. No sábado, a tomada de tempos do F-Future começa 14h40, enquanto o Trofeo Linea definirá o grid a partir das 15h20, com a definição dos seis primeiros no top qualifying, às 15h45.