Alonso mostra superioridade em Cingapura

27 de setembro de 2010

Fernando Alonso teve sua quarta vitória na temporada de Fórmula Um, neste domingo (26), em Cingapura após uma batalha dramática com Sebastian Vettel, que terminou a apenas dois décimos de segundo atrás do espanhol.

Foi uma corrida com muita emoção e o final surpreendente contribui para o GP de Cingapura ser lembrado como uma grande corrida de Alonso e não como fora em 2008 quando sua então equipe, a Renault, usara de um expediente anético para dar-lhe a vitória.

Com a conquista do espanhol ganha o esporte e ganha o espectador que terá nas próximas quatro etapas um motivo a mais para fixar seus olhos à TV por quase duas horas de corrida. Com o resultado deste domingo ninguém arrisca um favoritismo exagerado para qualquer piloto. Webber, Alonso, Hamilton, Vettel e até mesmo Button figuram com chances de conquistar o mundial de pilotos.

A vitória de Alonso começou a ser desenhada na largada quando mostrou para Vettel que não ia deixar ninguém levar sua primeira posição. Assim, ao apagar das luzes vermelhas pulou na frente mantendo a ponta e impedindo a ação da Red Bull do alemão.

Na corrida, o brasileiro Felipe Massa (que largara em último), ao final da primeira volta, decidiu parar nos boxes para trocar os pneus em uma estratégia arriscada, que mais tarde lhe renderia o décimo lugar. Motivado pela entrada do carro de socorro ainda nas primeiras voltas, Mark Webber, que estava na nona posição, aproveitou para mudar os pneus macios para a o mais duro, na esperança de evitar nova parada. O australiano foi seguido por uma série de pilotos.

Na frente Alonso rapidamente recuperou seu ritmo, segurando Vettel com Hamilton em terceiro e Button em quarto lugar. Quem mais perdeu na corrida deste domingo foi o britânico Lewis que teve de abandonar a corrida após tocar no carro de Webber em uma tentativa de ultrapassagem. Ao final Fernando Alonso saiu vitorioso, seguido por Vettel, em segundo; Webber, em terceiro; Jenson Button, em quarto; Nico Rosberg, o quinto e Rubens Barrichello o sexto.

Com o resultado o espanhol assumiu a segunda posição, com 191 pontos, 11 atrás do líder Mark Webber (202). Hamilton caiu para  com 182 pontos, 20 atrás de Webber. Vettel soma agora 181pontos e Button, o quinto na classificação está com 177 pontos  A próxima etapa da Fórmula 1 será o GP do Japão, em Suzuka, dia 10 de outubro.

Confira o resultado final do GP de Cingapura:
1 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1h57min53s579
2 – Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) – a 0s293
3 – Mark Webber (AUS/RBR-Renault) – a 29s141
4 – Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – a 30s384
5 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – a 49s394
6 – Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth) – a 56s101
7 – Robert Kubica (POL/Renault) – a 86s559
8 – Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) – a 112s416
9- Nico Hulkenberg (ALE/Williams-Cosworth) – a 112s791
10 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – a 113s297
11 – Vitaly Petrov (RUS/Renault) – a 1 volta
12 – Jaime Alguersuari (ESP/STR-Ferrari) – a 1 volta
13 – Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – a 1 volta
14 – Sebastien Buemi (SUI/STR-Ferrari) – a 1 volta
15 – Lucas di Grassi (BRA/VRT-Cosworth) – a 2 voltas
16 – Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Cosworth) – a 3 voltas
17 – Timo Glock (ALE/VRT-Cosworth) – a 12 voltas
18 – Nick Heidfeld (ALE/Sauber-Ferrari) – a 25 voltas
19 – Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – a 26 voltas
20 – Christian Klien (AUT/Hispania-Cosworth) – a 30 voltas
21 – Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) – a 31 voltas
22 – Bruno Senna (BRA/Hispania-Cosworth) – a 32 voltas
23 – Jarno Trulli (ITA/Lotus-Cosworth) – a 34 voltas
24 – Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India-Mercedes) – a 60 voltas