Bia Figueiredo encerra temporada da Indy

4 de outubro de 2010

Ana Beatriz Figueiredo avalia como positiva sua participação na última etapa do campeonato da Fórmula Indy, disputada na noite de sábado, 2, no Homestead Miami Speedway, apesar das dificuldades que enfrentou. “Foi uma semana muito boa de trabalho, uma ótima experiência”, diz Bia Figueiredo, como é conhecida no Brasil.

Traseiro no primeiro treino e na classificação, o carro da pilota da Dreyer & Reinbold Racing tinha um amortecedor quebrado, descobriu-se após o último treino, na noite de sexta-feira, depois da classificação, quando o problema ficou crítico. “Fui para a corrida com o acerto copiado do Justin Wilson, meu companheiro de equipe, sem saber que carro eu tinha. Por isso, no começo, fui mais cautelosa. Depois fiquei mais confortável e fomos melhorando”, ela conta. Na relargada, após a primeira bandeira amarela da prova, teve problemas com o câmbio.

“Na hora de começar a esquentar os pneus, as marchas pararam de entrar, fomos tentando ‘resetar’, fiquei lenta, mantiveram a bandeira verde, perdi posições, e quando voltei à velocidade normal, o carro saiu completamente de traseira na curva 4. Não houve o que eu pudesse fazer. Parece que, antes de eu bater, alguma peça da suspensão quebrou, mas não se sabe ainda ao certo”, descreve a pilota, que largou da 15ª e terminou na 26ª posição.

“Foi realmente uma pena. Trabalhamos duro, havíamos evoluído bastante o carro. Mas acontece. O importante é que conseguimos participar de quatro corridas da Indy em 2010, como planejamos. Agora, eu e meus agentes, o André Ribeiro e o Augusto Cesário, vamos continuar focados no trabalho de estruturação da temporada 2011 da Indy com força total”, conclui Ana Beatriz Figueiredo.