Bruno Senna pilota dois carros na estreia no GP do Japão

4 de outubro de 2010

Em seu batismo no circuito de Suzuka, que no fim de semana recebe o Grande Prêmio do Japão, Bruno Senna vai acelerar dois carros. Além do F110 da HRTF1 Team, o piloto brasileiro andará também com o Lotus 97T, modelo com o qual o tio Ayrton conquistou sua primeira vitória na Fórmula 1 em Portugal em 1985. “O carro é de um colecionador particular. Ele o ofereceu aos organizadores da corrida e eles me convidaram para dirigi-lo no domingo pela manhã”, explicou.

A pista de pouco mais de 5,8 quilômetros de comprimento é uma das novidades para Bruno em sua temporada de estreia. Sem jamais ter percorrido o traçado, Bruno recorreu aos jogos de videogame para começar a ter uma ideia básica do que o espera a partir dos treinos livres da sexta-feira. “Pelo que vi, ela tem um nível de pressão aerodinâmica similar ao de Silverstone, com mudanças rápidas de direção em curvas longas, mas sem exigir tanto dos freios. É daquelas pistas nas quais é preciso ter muita confiança no carro para entrar e sair bem das curvas”, analisou.

Antes de embarcar nesta segunda-feira para o Japão, Bruno disse ainda que o consumo elevado de pneus poderá ser outra variável importante em Suzuka. “Não conheço o asfalto, mas as características das curvas de raio longo sugerem que os pneus serão bastante castigados. Espero que não vente tanto como em Silverstone, porque esse é um fator que aumenta ainda mais o consumo dos compostos.”

Bruno está preparado para mais um duro capítulo em seu primeiro ano na Fórmula 1. O carro da HRTF1 Team não recebeu qualquer evolução técnica mais significativa desde a abertura do calendário em março no Bahrein, enquanto as demais equipes novatas – Lotus e Virgin – foram ganhando atualizações ao longo do campeonato. “Será mais um final de semana difícil, mas vamos tentar fazer o nosso melhor”, sintetizou.