iuliano Losacco e André Bragantini não esperam facilidades na etapa de Brasília

14 de outubro de 2010

Com equilíbrio cada vez mais acentuado, o Trofeo Linea chega neste fim de semana ao Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília, para a quinta rodada dupla da temporada. Piloto mais regular da categoria de turismo que integra o Racing Festival juntamente com os monopostos da categoria-escola Fórmula Future e das motos da 600 Hornet, o paulista Giuliano Losacco comanda a classificação com 59 pontos contra 54 de André Bragantini – nascido em São Paulo e radicado em Curitiba – e 51 do carioca Cacá Bueno. Embora sonhe com a manutenção da boa fase, já que no último domingo conquistou com o 5º lugar em Londrina seu melhor resultado na Stock Car, Losacco sabe que a partir de agora as dificuldades só aumentarão. “Faltam só quatro corridas e a briga pelo título ficará mais acirrada”, imagina o vencedor da 7ª etapa em Curitiba. “Preciso manter o ritmo, mas não será fácil.”

O segundo colocado também está confiante na disputa. Bragantini zerou em Curitiba e perdeu a liderança da classificação que vinha sustentando desde a abertura do calendário do Trofeo Linea em maio no Rio de Janeiro. “Foi um fim de semana muito ruim. Sofri uma punição por um toque com o (Antonio Jorge) Neto. Na segunda bateria não consegui chegar à zona de pontos porque larguei muito atrás”, explicou. “Não foi o que a gente esperava, mas paciência.”

Ambos acreditam que a regularidade continuará sendo a meta a ser perseguida, já que o Trofeo Linea não apresentou nenhum vencedor repetido nas oito corridas – Popó Bueno e Ulisses Silva (no Rio), Cesinha Bonilha e Serafin Jr. (Londrina), Cacá Bueno e Duda Pamplona (São Paulo), Losacco e Clemente Faria Jr. (Curitiba). “Agora é pensar no campeonato, nas provas que restam”, falou Bragangtini. “Brasília é uma pista com a qual tenho intimidade, e acho que a gente vai conseguir andar bem para tentar recuperar a liderança.”

O regulamento do Trofeo Linea determina o descarte dos dois piores resultados do ano, realidade com a qual Losacco sabe que terá de lidar. Ele é até agora o único que pontuou em todas as etapas. “Vou continuar buscando a vitória, buscando somar o máximo de pontos. Depois penso no descarte”, comentou Losacco. “Quero chegar a Santa Cruz do Sul, se tudo der certo, em condições de ganhar o título. Se andar na frente não precisarei pensar na eliminação das piores provas.”

A programação do Trofeo Linea em Brasília será a seguinte:

Sexta-feira, 15 de outubro
11h10 às 11h40 – 1º treino livre
14h50 às 15h50 – 2º treino livre

Sábado, 16 de outubro
10h20 às 11h20 – 3º treino livre
15h20 às 15h40 – treino classificatório
15h45 – top qualifying (volta lançada 06 melhores tempos)

Domingo, 17 de outubro
11h25 – largada da 9ª etapa
15h30 – largada da 10ª etapa

Fotos: Carstem Host/MF2/Divulgação.