Em Mônaco, Jimenez acelera de kart no traçado da F1

15 de outubro de 2010

Com a pausa no calendário da Copa Chevrolet Montana, o piloto Sergio Jimenez (GFS Software) vai a Monte Carlo para disputar, neste final de semana, a 14ª edição da Monaco Kart Cup, competição de longa duração que acontece em circuito de rua que compreende parte do traçado usado pela Fórmula 1 no mais tradicional dos Grandes Prêmios do planeta.

A exemplo do ano passado, Jimenez formará o trio brasileiro ao lado de Nelson Ângelo Piquet e Carlos Iaconelli – juntos, os três somam nove títulos brasileiros de kart (seis de Jimenez e três de Piquet). O circuito tem 1.068 metros de extensão e cerca de 40 equipes estão inscritas – com alguns pilotos de categorias top internacionais e ex-pilotos de F1, como Pedro Lamy, Giovanni Lavaggi, Romain Grosjean e os brasileiros Mario Moraes e Augusto Farfus Junior. “É uma prova muito legal, em um ambiente especial. O circuito usa parte da pista que é usada na Fórmula 1, e praticamente toda a população de Mônaco vai ver a corrida. É um evento muito bacana de se participar”, destacou Jimenez.

Os karts são idênticos – da marca Intrepid -, e a programação será iniciada nesta sexta-feira (15) com dois treinos livres de 40 minutos às 8h50 e 9h55 (de Brasília) e o treino classificatório às 11h10. A duração total da prova é de seis horas e cerca de 400 voltas, divididas em três baterias de duas horas cada. As duas primeiras acontecem no sábado (16) às 4h20 e 7h20 (no horário brasileiro), e a fase final, no domingo (17) tem largada às 6 horas.

Em 2009, o trio brasileiro terminou a prova em segundo lugar após uma controversa punição quando liderava a corrida. “Por um erro de cronometragem, puniram o kart número 39, que era o nosso, mas na verdade era o 29 que deveria ter sido punido. Desta vez voltamos com uma vontade ainda maior de vencer. Vamos para cima para não haver margem desta vez”, afirmou.