José Vitte é décimo na classificação geral da Linea

18 de outubro de 2010

O piloto de Santa Gertrudes, José Carlos Vitte terminou a primeira bateria válida pela quinta e penúltima etapa do Trofeo Linea, na nona posição a 18s676 do primeiro colocado, o carioca Cacá Bueno que venceu a prova de ponta a ponta com o tempo de 27m52s898.

A prova realizada no domingo, dia (17), no Autódromo Internacional “Nelson Piquet” de Brasília, na capital federal, teve ainda o paranaense da equipe W Racing, José Cordova que ficou em segundo a 2s139, seguido de Christian Fittipaldi, que completou o pódio na terceira colocação a 3s957.

Popó Bueno acabou em quarto, Alceu Feldmann ficou em quinto, Ricardo Maurício na sexta colocação, André Bragantini em sétimo e Cesinha Bonilha na oitava colocação. Na história desta primeira bateria válida pela quinta etapa do campeonato nacional do Trofeo Linea, a dupla da equipe W Racing evolui consideravelmente durante a prova com destaque a José Cordova, que deixou os adversários comendo poeira para finalizar sua participação na segunda colocação.

Cordova saiu em quarto no grid de largada e a poucas voltas do final assumiu a segunda posição, colado no carioca Cacá Bueno, que fez uma belíssima prova e venceu a corrida de maneira incontestável. José Vitte largou na décima terceira colocação e aos poucos conseguiu subir quatro posições para fechar a primeira bateria na nona posição.

O piloto da W Racing não teve o rendimento esperado na prova, mas foi destaque na transmissão da Sportv ao travar uma boa briga com Fábio Carreira e Cesinha Bonilha na disputa pela oitava posição nos últimos metros do circuito da capital federal. Na segunda bateria válida pela quinta etapa do Trofeo Linea, o piloto de Santa Gertrudes José Carlos Vitte rodou logo na primeira volta e acabou perdendo várias posições. Pouco depois, um acidente envolvendo André Bragantini obrigou a entrada do Safety Car.

A partir daí, o piloto da W Racing José Vitte fez apenas uma prova de recuperação e terminou a segunda bateria do domingo na décima primeira colocação, a 15s033 de Christian Fittipaldi, que cruzou a linha de chegada na primeira colocação com o tempo de 27m40s838.

O carioca Cacá Bueno terminou na segunda colocação e Cesinha Bonilha foi o terceiro, seguido de Popó Bueno e Alceu Feldmann.

E a segunda bateria não era mesmo uma das melhores para a dupla da equipe W Racing, que teve ainda o paranaense José Cordova excluído da prova depois de ser punido pelas disputas de posição com Jorge Neto, ainda nas primeiras voltas do circuito de Brasília.

Para o piloto José Vitte o final de semana poderia ter sido muito melhor, não fosse um defeito no carro que comprometeu todo o rendimento na tomada de tempo e nas duas baterias válidas pela quinta etapa do campeonato.  “O problema tirou nossas chances de lutar pelo título e agora é preciso mudar a estratégia para buscar melhores posições na classificação geral na última etapa marcada para Santa Cruz do Sul.”

“Apesar dos problemas apresentados pelo carro desde a etapa de Curitiba, é preciso ressaltar as nossas conquistas, porque estou entre os dez melhores num campeonato que conta com a participação de grandes pilotos do automobilismo brasileiro.” – finaliza Vitte.

Com os resultados das duas baterias no Autódromo Internacional “Nelson Piquet”, em Brasília a liderança do Trofeo Linea 2010 está nas mãos de Cacá Bueno com 83 pontos, seguido de Christian Fittipaldi (61), Giuliano Losacco (59), André Bragantini (58), Alceu Feldmann (57) e Cesinha Bonilha que soma 51 pontos na classificação geral de pilotos. A dupla da equipe W Racing volta para casa ocupando a sétima colocação com José Cordova (46) e décima posição com José Carlos Vitte que soma 38 pontos.

A sexta e última etapa do Trofeo Linea acontece no dia 12 de dezembro, no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul.