Amadeu Rodrigues tem planos para "comandar" quatro carros na temporada 2011

21 de outubro de 2010

Encerrado o campeonato de equipes da Stock Car, na etapa de Londrina (PR), há duas semanas, a definição das três equipes que deixarão a categoria principal em 2011 ainda não foi oficializada. Tudo porque o piloto Ricardo Zonta, da equipe RZ Motorsport, conseguiu um efeito suspensivo de sua penalização na etapa de Campo Grande (MS).

Com os pontos que perdeu, a equipe ultrapassaria as demais e estaria fora do “rebaixamento”. De acordo com Amadeu Rodrigues, chefe da equipe Hot Car (Agecom/Bardahl), que tem mantido contato diário com a VICAR (organizadora da categoria) e a CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo), essa seria a única forma da sua equipe não se manter entre as 14 classificadas.

“Matematicamente, vamos subir em 2011 com a nossa equipe da Copa Montana. Mas tenho planos e patrocinadores interessados em ter quatro carros no ano que vem. Por isso, vamos lutar muito por essa vaga. Só não vamos conseguir se a equipe do Zonta reconquistar os pontos. Estamos aguardando a decisão e esperamos que ela saia em breve para continuarmos as negociações”, comentou Rodrigues.

A Hot Car está empatada com a equipe Amir Nasr em pontos, mas de acordo com Rodrigues levaria vantagem, pois tem um pódio contra nenhum da rival (o 3º lugar de Antonio Pizzonia na etapa de Ribeirão Preto). A equipe Gramacho já está rebaixada. “Quem faz os pontos para uma equipe são os pilotos e a regra de desempate é clara: primeiros lugares, segundos lugares, terceiros lugares e assim sucessivamente”, concluiu o chefe da equipe.

Neste domingo (dia 24), o time segue para Santa Cruz do Sul (RS), onde disputa a 10ª etapa com os pilotos Antonio Pizzonia e Betinho Gresse.