Automobilismo: Vinícius Perdigão perde o bicampeonato da Copa Brasil de Kart após acidente

21 de outubro de 2010

O sul-matogrossense Vinícius Perdigão está pronto para disputar mais uma etapa da Copa São Paulo Granja Viana, onde disputa o título da competição na categoria Graduados. A etapa será realizada neste final de semana, em Cotia (SP). Perdigão chega à competição paulista uma semana após ter participado da Copa Brasil de Kart, em Palmas (TO), onde teve suas chances do bicampeonato reduzidas após um acidente com um retardatário.

Perdigão chegou à Palmas como um dos grandes favoritos ao título na categoria Graduados. O piloto era o atual campeão da competição e vinha demonstrando ótimos resultados nas competições anteriores. “Eu estava muito otimista em relação à Copa Brasil. A pista de Palmas é uma das minhas favoritas e eu sabia que teria chances de conquistar o título”, disse o piloto.

Já nos treinos, Perdigão se deparou com um problema. “O meu chassi não rendia o esperado e, com isso, não conseguimos estar entre os mais rápidos nos treinos. Emprestamos um equipamento e fomos para as provas”, contou Perdigão. “Na primeira prova, fiz uma boa largada, pulando para as primeiras posições. Meu kart rendia muito bem, até que eu fui ultrapassar um retardatário e ele, literalmente, me atropelou na freada”, disse. “O problema é que ele era um piloto da categoria Novatos, que estava competindo junto com a Graduados por falta de grid. Não culpo o piloto, mas acredito que os dirigentes erraram ao juntar uma categoria que é quase 4 segundos mais lenta do que a outra. Eu também comecei pela Novatos no kart e sei que há uma diferença muito grande entre essa categoria e a Graduados, que é a principal do kartismo brasileiro atualmente. Isso prejudicou meu campeonato e perdi as chances de conquistar o bi”, disse Perdigão.

Perdigão fez questão de ressaltar que não levará magoas do piloto que lhe tirou da prova. “De forma alguma eu culpo ele. Toda a equipe dele veio me pedir desculpas. O que eu questiono é a junção de duas categorias tão diferentes”, opinou o piloto. “Agora, me resta lutar pelo título da Copa São Paulo e pelo prêmio da Seletiva Petrobras”, finalizou.