Senna e Alguersuari lideram novidades do Desafio das Estrelas

21 de outubro de 2010

As estreias de Bruno Senna e Jaime Alguersuari são as principais novidades já confirmadas no Desafio Internacional das Estrelas, prova de kart criada por Felipe Massa e que voltará a ser promovida na Arena Sapiens de Florianópolis (SC) de 18 a 20 de dezembro. Além do brasileiro e do espanhol, outros nomes com presença assegurada pela primeira vez no evento são os do venezuelano Pastor Maldonado, campeão antecipado da Fórmula GP2 e aspirante a uma vaga na F1 em 2011, e do francês Jules Bianchi, integrante da Ferrari Drivers Academy e ainda brigando pelo vice da divisão de acesso restando apenas a rodada dupla do fim de semana em Abu Dhabi.

Em sua quinta edição internacional, o Desafio se transformou na mais prestigiosa corrida de kart de todo o mundo por reunir astros das principais séries do automobilismo. Com o anúncio da adesão de Bruno Senna, o Brasil será representado pelos quatro pilotos que estão defendendo suas cores na atual temporada de Fórmula 1 – Massa, Rubens Barrichello e Lucas di Grassi têm participado regularmente do encontro.

Os organizadores, no entanto, asseguram que as atrações não vão parar por aí. “Estamos negociando a vinda inédita do Kyle Busch, um dos maiores ídolos da Nascar”, afirma Titonio Massa, acrescentando que os entendimentos com Hélio Castroneves também já estão bem adiantados. “Ele é outro que finalmente deve correr com a gente e engrossar o time da Fórmula Indy ao lado do Tony Kanaan e da Bia Figueiredo.” Os principais campeonatos de turismo do Brasil, como o Trofeo Linea e a Stock Car, receberão o espaço habitual no grid. “Cacá e Popó Bueno, Ricardo Maurício, Thiago Camilo e Christian Fittipaldi são alguns pilotos que já estão certos”, adiantou Titonio.

Desde que começou a ser realizado em Santa Catarina, o Desafio Internacional das Estrelas só foi vencido pelos pilotos da Fórmula 1 – Felipe Massa em 2006, Rubens Barrichello em 2008 e Michael Schumacher em 2007 e 2009. O alemão não virá tentar a conquista do tri. “Fomos obrigados a marcar a prova para o último fim de semana antes do Natal por causa dos conflitos de agenda. Como havia se comprometido a passar as férias com a família, Schumacher não poderá vir”, justificou Titonio. Segundo ele, contudo, o heptacampeão da F1 já afiançou que estará de volta em 2011.