Stock Car: Bons retrospectos animam Pizzonia e Gresse

21 de outubro de 2010

Apesar de ter conquistado pontos com os seus dois pilotos na última etapa, em Londrina (PR), há duas semanas, a equipe Hot Car Competições (Agecom / Bardahl) ainda busca sua primeira vitória na temporada 2010 da Copa Caixa Stock Car. Antonio Pizzonia e Betinho Gresse esperam que o momento esteja próximo, quem sabe já neste domingo (dia 24) na disputa da 10ª etapa no circuito de Santa Cruz do Sul (RS).

Pizzonia tem motivos para se animar. No ano passado, o piloto fez uma corrida inesquecível. Com a direção hidráulica quebrada, desde o início da prova, ele levou o carro “no sacrifício” até a última volta e terminou em quarto lugar.

Gresse lembra que em 2007, quando foi campeão da Stock Car Light, fez a pole e venceu a etapa de Santa Cruz do Sul. O piloto ainda destaca que a pista é a sua favorita, já que o traçado é bastante seletivo, com curvas de alta, de baixa e pontos de freada.

“Sempre andei bem em Santa Cruz. No ano passado, terminei em quarto lugar, mas vim em terceiro o tempo todo. Foi uma corrida marcante, porque a direção hidráulica do meu carro quebrou na terceira volta e corri a prova inteira, praticamente, sem ela, o que exigiu um esforço muito grande”, lembrou o piloto, que já conquistou um pódio este ano (3º lugar em Ribeirão Preto).

“Agora temos de pensar nas vitórias e ir pra cima nestas últimas etapas. Tivemos um ano difícil, com muitos problemas mecânicos. É frustrante, mas agora é hora de ir para o tudo ou nada”, ressaltou o amazonense.

“É a pista que eu mais gosto, aliás, muitos pilotos gostam do traçado. É uma pista muito seletiva e prazerosa de guiar. Tenho boas lembranças do circuito. Quando fui campeão na Light, fiz a pole e ganhei lá”, comentou Gresse.