Os motores da Stock Car voltam a roncar a partir desta sexta-feira

22 de outubro de 2010

A principal categoria do automobilismo nacional inicia seus treinos livres no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Rio, no Vale do Rio Pardo (RS), para a décima etapa da Copa Caixa Stock Car, sétima da Copa Chevrolet Montana e sexta do Mini Challenge. Na divisão principal, a prova é válida pelo segundo round da Mobil Super Final, que definirá o campeão de 2010 e a expectativa é muito grande, pois o traçado gaúcho, técnico e desafiador, é o preferido da maioria dos pilotos. A programação começa às 8h e estão previstos dois treinos para cada uma das divisões e ainda o classificatório das duas baterias do Mini Challenge.

No domingo, dia 24, a décima etapa da Copa Caixa Stock Car largará às 11h, com transmissão ao vivo pelo Canal SporTV e um compacto pela Rede Globo de Televisão, dentro do Esporte Espetacular. Um pouco mais cedo, às 9h48, ocorrerá a segunda bateria do Mini Challenge, com transmissão pelo Speed Channel e RaceTV. À tarde, fechando a programação do domingo, será a vez da sétima etapa da Copa Chevrolet Montana, que será mostrada ao vivo pela RedeTV, Speed Channel e RaceTV .

Pela sexta vez, a Stock Car desembarcará em Santa Cruz do Sul, no Vale do Rio Pardo e Rio Grande do Sul. Este ano, porém, a cidade gaúcha sediará uma das etapas da Mobil Super Final, o que ainda reserva mais emoção aos apaixonados fãs de toda a região, que sempre prestigiam a etapa. Por falar em paixão, o circuito de Santa Cruz do Sul encanta os pilotos da Copa Caixa Stock Car. Dos dez finalistas, cinco declararam preferir o traçado gaúcho, que possui curvas de alta, de baixa, freadas fortes e é bastante seletivo, fazendo prever uma corrida daquelas. São eles: Max Wilson, Cacá Bueno, Popó Bueno, Átila Abreu e Felipe Maluhy.

Na briga pelo título, Max tem 239 pontos contra 235 de Ricardo Maurício e 232 de Cacá Bueno. A classificação completa da Mobil Super Final é a seguinte: 1 Max Wilson, 239 pontos; 2 Ricardo Maurício, 235; 3 Cacá Bueno, 232; 4 Nonô Figueiredo, 224; 5 Átila Abreu, 220; 6 Allam Khodair, 215; 7 Marcos Gomes e Popó Bueno, 210; 9 Felipe Maluhy, 208; 10 Daniel Serra, 207.