F3 Italiana: Cesar Ramos dá show em Monza

24 de outubro de 2010

A penúltima corrida da temporada 2010 da Fórmula 3 Italiana, disputada neste sábado (dia 23), em Monza, foi repleta de emoções. O “roteiro” eletrizante da prova começou com o brasileiro Cesar Ramos, líder do campeonato, conquistando a pole position. Logo após a largada, no entanto, o piloto da BVM Target Racing levou uma batida do principal rival, Stephane Richelmi, que o obrigou a parar nos boxes, com a suspensão traseira danificada. A equipe trabalhou rápido e Ramos conseguiu voltar em último, sem perder a volta. Daí em diante, o brasileiro deu um show e veio passando os rivais, chegando a ocupar a terceira posição. Mas, no final, o problema no carro se acentuou e o gaúcho cruzou a linha de chegada em oitavo.

Richelmi também conseguiu ir para os boxes, mas não voltou para a pista e terminou a prova sem pontuar. Com isso, o brasileiro manteve a ponta, agora com 152 pontos, contra 142 do rival (sem contar os descartes). O italiano Andrea Caldarelli também entrou na briga pelo título, com o segundo lugar na prova de hoje, e está em terceiro, com 140 pontos. O vencedor deste sábado foi o italiano Sérgio Campana.

Os resultados levaram para este domingo (24) a definição do título, na última corrida do ano, a partir das 8h30 (de Brasília). Ramos busca a conquista, que é inédita para o Brasil. Os três primeiros colocados ainda ganharão como prêmio um teste na equipe Ferrari de F-1.

“Larguei bem, mas antes da primeira curva, o Richelmi acertou a traseira do meu carro e ficou ‘enganchado’. Tentei acelerar, mas os carros só ‘desgrudaram’ depois de uns 200 metros. Fomos para os boxes e o meu carro estava com a suspensão traseira esquerda toda torta. Os mecânicos foram tentando arrumar com o pé mesmo e decidimos voltar, sem saber como seria. Como o Safety Car entrou na pista, ainda pude voltar na mesma volta, em último. Felizmente, o carro estava bom e fui pra cima, ultrapassando vários carros, até chegar em terceiro”, contou Ramos.

“Mas, faltando quatro voltas, quando eu já estava bem perto dos dois primeiros, o carro foi piorando. Soltou uma peça da suspensão e a roda foi ficando meio torta. Foquei para me manter na pista e terminar nos pontos. Nas duas últimas voltas, a suspensão quase quebrou totalmente”, lembrou o piloto de apenas 21 anos.

“Vamos ver agora como será a corrida de amanhã. O campeonato ficou bem embolado, mas estamos confiantes”, completou o gaúcho de Novo Hamburgo, que tem sete pódios na temporada (duas vitórias – Hockenheim e Vallelunga).

Como conquistou a pole neste sábado e, pelo regulamento os oito primeiros largam na posição invertida no domingo, Ramos será o oitavo no grid. O francês Nicolas Marroc vai largar na frente.