Paranaense disputa etapa inaugural do Super Kart Brasil no Velopark

30 de outubro de 2010

Acompanhando seu bom ritmo de crescimento, o kartismo brasileiro estreia mais uma categoria neste final de semana: O Super Kart Brasil, campeonato promovido por grandes nomes do kartismo nacional, faz sua primeira corrida no Kartódromo Internacional Velopark, em Nova Santa Rita (RS). Um dos principais pilotos da nova geração do automobilismo nacional, o paranaense André Pedralli (Kart Mini / Marquinhos Competições / KartPress), está entre os 34 participantes da competição. Pedralli já acumula bons resultados nos treinos disputados nesta sexta-feira (29).

Criada e incentivada por nomes como Ruben Carrapatoso (Campeão Mundial de Kart), André Nicastro (Recordista de títulos do kartismo brasileiro) e Renato Russo (Um dos maiores kartistas da história do Brasil), o Super Kart Brasil tem o objetivo de fomentar o kartismo profissional no Brasil. Os karts escolhidos foram os mais rápidos do mercado nacional, equipados com motores importados de seis marchas, que atingem mais de 150km/h.

Segundo colocado na categoria Shifter Jr da Copa São Paulo Granja Viana, o paranaense André Pedralli, campeão brasileiro de kart, está entre os participantes do evento. “Soube da competição e fiz minha inscrição na hora. É um campeonato que tem tudo para dar certo, pois reúne muitos pilotos importantes. É muito bom poder competir com nomes como Danilo Dirani, Dennis Dirani, Renato Russo, André Nicastro e Ruben Carrapatoso”, diz Pedralli. “Eu utilizo esse motor na Copa São Paulo e, certamente, é a categoria mais emocionante do kartismo brasileiro na atualidade. Acredito que as corridas do Super Kart Brasil serão empolgantes”, completa o piloto.

Escolhido para receber a etapa de abertura da competição, o Kartódromo Velopark é uma das pistas favoritas de Pedralli. “Eu adoro correr aqui. É uma pista que eu sempre me saio bem. Essa foi uma motivação extra para competir”, disse Pedralli, que nesta sexta-feira sempre esteve entre os mais rápidos nos treinos-livres. “Com certeza, não será nada fácil sair daqui com um bom resultado. Vamos trabalhar para ter um bom equipamento durante todo o final de semana”, completou o piloto.

De hoje (29) até amanhã, serão oito sessões de treinos-livres, um treino classificatório e duas corridas, sendo uma pré-final e a outra a grande final, ou seja, quem vencer é declarado o campeão desta primeira corrida do Super Kart Brasil. “Vamos lutar por um bom resultado nesta corrida, que tem tudo para entrar para a história do kartismo nacional”, finalizou Pedralli.

Foto: Rafael Munhoz.