Valdeno Brito e Matheus Stumpf confirmam título antecipado com vitória em Pinhais

31 de outubro de 2010

Terminou neste domingo (31), no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR), a disputa pelo título da principal categoria da GT Brasil, GTBR3. O paraibano Valdeno Brito e o gaúcho Matheus Stumpf, pilotando um Ford GT, venceram e ampliaram ainda mais a vantagem sobre os adversários – desta forma, não podem mais ser alcançados por ninguém em 2010. “Ontem ficou aquela sensação estranha, tínhamos dúvidas em relação à pontuação, mas agora conseguimos confirmar o título com uma vitória”, comemorou Matheus Stumpf.

“Temos que agradecer muito à equipe, que nos deu ótimas condições, não enfrentamos quebras ao longo do ano e tivemos bastante constância durante a temporada”, acrescentou Matheus Stumpf, de 21 anos de idade. O responsável por receber a bandeirada foi o parceiro de pilotagem dele, Valdeno Brito. “A corrida não foi fácil, nosso ritmo não era tão bom e a Ferrari (F430) do Claudio Ricci (e Rafael Derani) estava melhor. Segurei o quanto pude, perdi a posição, mas para ganhar é preciso chegar e eles não tiveram a nossa sorte”, comentou Valdeno Brito.

Claudio Ricci e Rafael Derani abandonaram a sete voltas do fim, quando tinham a primeira posição. Antes deles, a corrida esteve nas mãos do paranaense Wagner Ebrahim, com Dodge Viper Competition Coupe, que havia largado na pole position. Ele sustentou a posição e controlou a corrida até sofrer uma pane elétrica, na 14ª das 34 voltas. O segundo lugar na prova ficou com Pedro Queirolo, que escapou de um ataque de cinco pilotos para alcançar seu melhor resultado no Itaipava GT Brasil. “Foi uma etapa muito boa para nós”, destacou Pedro Queirolo.

“No começo, consegui abrir uma vantagem importante em relação aos pilotos que vinham logo atrás e isso foi fundamental. No fim, estava difícil, mas estou feliz de conseguir esse resultado. Tivemos problemas durante boa parte do ano, mas acertamos o carro aqui”, disse o piloto, que recebeu a bandeirada com apenas três décimos de vantagem sobre o terceiro colocado, Cleber Faria. Foi o terceiro pódio consecutivo de Cleber Faria em três etapas – e também sua melhor posição no Itaipava GT Brasil. “Foi meu melhor resultado no ano e espero continuar assim, pensando em 2010”, revelou Cleber Faria.

“Aproveito também para parabenizar os campeões, que fizeram uma temporada impecável”, completou o piloto, que disputa o campeonato com um Lamborghini Gallardo LP560. O pódio foi completado por dois modelos Ferrari F430. Walter Derani e Aluízio Coelho levaram o carro até o quarto lugar. “Arriscamos no acerto e deu certo, tivemos um ritmo mais próximo dos líderes. Na última volta, tentei de tudo para ir ao pódio e conseguimos”, contou Aluízio Coelho. Linneu Linardi e Marcos Gomes, com o modelo Ferrari do Corinthians, acabaram em quinto, mesmo sem o kit de potência.

“Isso com certeza reduziu nossas chances na corrida, mas é muito bom subir ao pódio mesmo assim. Talvez fosse possivel pensar em ser segundo ou terceiro, mas nas nossas condições foi mesmo bastante positivo”, disse Linneu Linardi. Com o título decidido, a disputa agora é pelo vice-campeonato na Itaipava GTBR3. Após esta etapa, quem leva vantagem é a dupla Daniel Serra e Chico Longo, que ocupa o segundo lugar com um ponto a mais do que Allam Khodair e Marcelo Hahn. A etapa final será no Autódromo de Interlagos – José Carlos Pace, em São Paulo (SP), nos dias 27 e 28 de novembro.