Vettel diz saber lidar com a chuva e que vai lutar pelo título

5 de novembro de 2010

O piloto Alemão Sebastian Vettel tem mostrado, ao longo da temporada, uma incrível capacidade de andar rápido, se envolver em acidentes e pouca sorte. Alguns podem até considerar o piloto da Red Bull, como o “líder moral” do campeonato, dada a sua infeliz combinação de ritmo e problemas de confiabilidade. No entanto, isso é  não serve de consolo para o jovem alemão, que teve a última corrida na Coréia sob o controle completo até o motor estourar.

Acompanhe entrevista do piloto ao site oficial da Fórmula Um.

Como está seu estado emocional no momento?

Sebastian Vettel: Não diferente do que em qualquer outra corrida. O importante será ver como o carro funciona, e como os outros irão se comportar. Só então você sabe o que terá nas mãos o o que deve fazer para ter um melhor desempenho.

Quais suas chances para o título?

SV: A esperança é a última que morre. As chances estão lançadas, mas é claro que já esteve melhor  em outras etapas do campeonato. Agora é preciso se concentrar ao máximo nessas duas corridas restantes. Vou pensar em conquistar o melhor cenário possível, que é vencer ambas as corridas. O resto não está nas nossas mãos.

Existe muita especulação se a Red Bull vai dar algum tipo de ordem de equipe decidindo sobre que piloto vai privilegiar. Você tem conversando sobre isso?

SV: Não. Só fico sabendo desse tipo de conversa através da mídia. Acho que a abordagem não mudou e nós dois vamos concentrar em nossas próprias corridas, mas com certeza, tanto eu quanto Webber temos que trabalhar para a equipe em relação ao campeonato de construtores. Para ser franco: não precisa ser um gênio da matemática para perceber que nós dois ainda temos chances de título, então nós dois ainda estamos na corrida pel o título.  Vou me concentrar no que é importante, fazer minha corrida, e isso não é a parte de meu companheiro de equipe.

Qual é o lema deste fim de semana?

SV: O mesmo que em todas as 18 corridas anteriores. Vencer é a meta. Nem mais nem menos. Se temos a chance de ganhar, vamos agarrá-la com as  duas mãos.

Como está seu espírito de luta? Como um touro furioso?

SV: Sim, como um touro vermelho. Estou de bom humor, mesmo que a última corrida tenha representado uma espécie de retrocesso na luta pelo título. Se a possibilidade ainda existe, então não posso abrir mão dela. Mesmo que pareça banal dizer que as coisas podem mudar muito rápido, que é exatamente o que temos visto tantas vezes esta época, então por que não pensar que elas podem acontecer uma vez em nosso favor?

O clima sempre desempenhou um papel importante nesta pista. Qual é a sua informação sobre as condições esperadas?

SV: Pelo que tenho ouvido há uma chance de chuva no sábado e para ser honesto, que não é algo que nos incomoda, como demonstramos recentemente que a chuva é algo que nós sabemos lidar muito bem.

Fotos:Getty Image.

Tags: