Marcos Moraes busca liderança do Campeonato Brasileiro em Santa Catarina

11 de novembro de 2010

Acontece na próxima segunda-feira (15) a segunda edição do Rally das Serras, em São Joaquim (SC), prova válida pela penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country de Velocidade para carros e caminhões da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo), e para motos e quadriciclos da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo). E nas serras catarinenses, os destinos dos postulantes aos títulos começam a ser definidos.

A temporada 2010 tem apresentado uma de suas mais acirradas disputas, mostrando a força da modalidade e colocando a prova catarinense como marco importante na definição dos campeões da temporada. Na categoria Protótipos T1, a dupla formada por Jean Azevedo e Emerson Cavassin lidera a classificação geral com 90 pontos, contra 72 de Marcos Moraes e Edu Sachs, da MEM Motorsport/Gillette.

A dupla vice-líder, que enfrentou diversos problemas durante o Rally dos Bandeirantes, no último mês, espera uma etapa de recuperação após a solução do defeito do módulo eletrônico de gerenciamento do motor usado na etapa anterior. “Sofremos muito com a falta de potência, mas a Território 4×4, que havia nos fornecido a peça, se prontificou a solucionar o problema e tudo foi resolvido por eles, em um trabalho muito bem feito. Agora teremos mais potência, e isso deixa nossa expectativa um pouco melhor. Temos um carro mais competitivo e espero que ele continue assim”, afirmou Marcos Moraes.

“Com uma performance melhor, esperamos conseguir sair de Santa Catarina na liderança do campeonato. Não vai ser fácil, as duplas são muito boas e será um rali bem difícil, muito técnico”, apontou Moraes.

Serão 270 quilômetros de percurso – 50 de deslocamento até a especial, 188 cronometrados, mais 32 quilômetros de zona de radar. A base e parque de serviços para as equipes ficarão localizados no Parque Nacional da Maçã, no próprio município de São Joaquim (SC).

Para Marlon Koerich, também da MEM Motorsport/Gillette, três fatores o animam para a disputa deste feriado da Proclamação da República. “Minhas expectativas são boas porque vou correr em casa, em um lugar onde praticamente aprendi a fazer rali. Agora terei o mesmo motor 3.0 com o qual disputei o Rally dos Sertões, e isso me deixa bastante animado, além do fato de eu ter novamente o Beco Muniz como meu navegador, já que ele não pôde disputar a última etapa. Já temos um bom tempo correndo juntos, disputamos o Sertões deste ano, então estou bastante animado para a prova”, afirmou o catarinense.

David Santos Jr./Foto Arena