Roberval só considera a vitória na etapa da Truck em Curitiba

11 de novembro de 2010

Retomar a evidência de sua chance de conquistar o titulo do Campeonato Sul-Americano e Brasileiro de Fórmula Truck é a meta em torno da qual Roberval Andrade coordena o trabalho de preparação para a nona e penúltima etapa. São cinco os pilotos com possibilidades matemáticas de alcançar o título até a corrida deste domingo (14) no Autódromo Internacional de Curitiba. Os treinos livres para a etapa paranaense terão início na sexta-feira (12).

“Eu não estou nem um pouco preocupado com fazer contas. Só considero duas opções nessa corrida, ganhar ou ganhar”, diz Andrade, terceiro colocado na classificação do campeonato com 113 pontos. O líder Felipe Giaffone soma 137; o vice Valmir Benavides, 120. Cada vitória na Truck vale 25 pontos. Há ainda cinco pontos de bonificação para o líder de uma corrida em seu primeiro terço, um ponto pela conquista da pole-position e outro pela volta mais rápida.

“São 64 pontos em disputa nessas duas últimas corridas, eu estou só 24 atrás do líder. Por isso, chego a Curitiba para voltar ao campeonato de uma vez, o título é a meta”, diz o piloto da Scania Corinthians Motorsport, único a vencer mais de uma corrida neste ano – ganhou as etapas do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Londrina. “Tenho equipamento para isso, a equipe tem potencial. Vamos atrás da vitória para manter acesa a chama do título”, ele filosofa.

O resultado obtido nos treinos de duas semanas atrás em Londrina foram positivos, segundo manifesta o piloto. “O caminhão evoluiu, está tinindo. A pista de Curitiba é favorável para os caminhões grandes, como o meu”, frisa Andrade, que tem no caminhão número 100 as logomarcas de Scania, Knorr-Bremse, Banco PanAmericano, Guerra, Mann, Superpar, Ibero Eixos, Nino Faróis, KS, ZF, Frum, Truckvan, Tanesfil, Cia. Athetica, Fix Implementos e Yamaha.

A etapa em Curitiba vai marcar a estreia de um novo layout do caminhão de Roberval Andrade. O preto e o branco utilizados nas oito primeiras etapas dão lugar ao preto e ao dourado, padrão semelhante ao das camisas que os jogadores do Corinthians têm utilizado nesta temporada em que se celebra o centenário de fundação do clube. “É um visual diferente, especial, como forma de homenagem à torcida corintiana no Paraná”, comenta o piloto.

Pesquisas do instituto DataFolha confirmam que o Corinthians é o clube de futebol que mais tem torcedores no Paraná. Em Curitiba, a torcida corintiana é a terceira mais numerosa, tendo menos integrantes que a do Atlético Paranaense e a do Coritiba. “Tenho certeza de que teremos milhares de corintianos, domingo, torcendo por uma vitória nossa no autódromo. Essa energia positiva toda vai fazer a diferença e vamos acelerar para o título”, anima-se.