Líder da Copa Montana, Rafael Daniel quer a primeira vitória da temporada em Brasília

12 de novembro de 2010

Brasília receberá no próximo final de semana a oitava e penúltima etapa da Copa Chevrolet Montana. A divisão de acesso da Stock Car vai chegando ao seu momento decisivo e a expectativa de todos é para mais uma disputa acirrada pelos primeiros lugares e principalmente, pelo topo do pódio no domingo. Líder da competição, o paulista Rafael Daniel, da Scuderia 111, busca sua primeira vitória na temporada e aposta no bom retrospecto na Capital Federal, onde venceu em 2009 pela Copa Vicar. A prova será no domingo, às 13h, com transmissão ao vivo para todo o país pela RedeTV, além do Speed Channel e RaceTV.

Um piloto extremamente regular, Rafael Daniel justifica a liderança em 2010 com mais uma bela campanha. “Não venci ainda, mas tenho três segundos lugares e são quarto pódios em sete etapas. Ninguém tem uma campanha como essa até agora”, destaca. “A regularidade é o segredo para ser campeão. Mas é claro que a vitória ajuda muito. E eu acho que ser campeão sem uma vitória não deve ter o mesmo gosto”, ressalta.

O piloto ainda salienta a grande competitividade da temporada 2010. “Tivemos, em sete corridas, sete vencedores diferentes. O campeonato está muito competitivo e difícil. Ano passado eu estava em uma situação parecida nessa altura da competição, e a vitória só veio em Brasília. Quem sabe essa ano não acontece o mesmo”, aposta.

Rafael ainda destaca o traçado de Brasília. “Eu gosto muito da pista de Brasília. Apesar de correr no anel externo, são quatro curvas muito particulares. É necessário acreditar e arriscar, pois é muito fácil bater e andamos sempre no limite. Porém, o acerto do carro é fundamental, pois o asfalto é muito abrasivo e consome muito pneu. Ter um carro rápido para apenas uma volta não adianta”, explica.

Diante desta situação, o líder já definiu sua estratégia para a prova do dia 21. “O importante é aproveitar muito bem os treinos. Poupar pneus e passar o máximo de informação possível para o engenheiro. Buscar o acerto ideal durante os treinos é fundamental, pois é o reflexo do desempenho que você terá na corrida”, revela.