Cirino e Piquet esperam por melhora

13 de novembro de 2010

A penúltima e não menos decisiva etapa da Fórmula Truck 2010 começou nesta sexta-feira com duas sessões de treinos livres no Autódromo Internacional de Curitiba – no município de Pinhais (PR) – que apontaram grande equilíbrio entre os cinco pilotos que brigam pelo título. Todos eles ficaram entre os dez mais rápidos do dia e, por isso, nos boxes da equipe ABF Mercedes-Benz a palavra de ordem é ‘desenvolvimento’. Na primeira sessão de treinos, Geraldo Piquet e Wellington Cirino – quinto e quarto colocados no campeonato – terminaram respectivamente com a sétima e nona posições. No segundo ensaio, Cirino ficou com o oitavo tempo e Piquet, com a décima marca. O paulista Roberval Andrade foi o mais rápido do dia em Curitiba. “Fizemos algumas avaliações nesses dois treinos e vamos precisar trabalhar para melhorar os dois caminhões antes da tomada de tempos”, comentou Adalbert Beck, supervisor de marketing de produtos da Mercedes-Benz. “Vamos focar o trabalho na suspensão dianteira, que foi nosso principal problema nesta sexta-feira”, completou.

Líder da terceira competição paralela da temporada – a Copa Petrobras, válida nas três últimas provas do ano – Geraldo Piquet ressaltou que a etapa deste final de semana tem de ser encarada como uma final. “Para chegar em Brasília com chances de brigar pelo título, tenho que apostar tudo e dar 100% para brigar pela vitória. Na atual situação, tenho uma final neste domingo antes da última etapa do ano”, avaliou o brasiliense, vice-campeão da temporada 2008. Sobre o desenvolvimento dos caminhões Mercedes-Benz na psita de Curitiba, Piquet seguiu  discurso de trabalho. “Vamos fazer uma reunião para analisar todos os dados coletados hoje e determinar os pontos em que podemos trabalhar para diminuir a vantagem dos líderes”, comentou.

O paranaense Wellington Cirino, maior campeão da Fórmula Truck e maior vencedor da categoria em Curitiba, apontou qual caminho deve ser a escolha da equipe para os treinos da manhã deste sábado. “Acho que o segredo está na suspensão dianteira, pelas reações dos caminhões durante os treinos. Temos mais duas sessões para testar soluções, e espero estar na briga dos líderes na classificação”, comentou.

Neste sábado, antes do treino classificatório, a Fórmula Truck tem mais duas horas de ensaios divididas em duas sessões. A ordem de largada será definida a partir das 14h, com a tomada de tempos e o Top Qualifying para os oito mais rápidos da primeira fase. Os pilotos têm a apenas uma volta rápida para registrar seu tempo em cada parte da classificação.

Foto:Orlei Silva.