Pirelli testa pneus de chuva no circuito de Paul Ricard

13 de novembro de 2010

O sul da França não é conhecido por chuvas torrenciais, mas a fabricante de pneus Pirelli completou com sucesso mais dois dias de testes de pneus para chuva em pista molhada do circuito de Le Castellet, em mais uma etapa da preparação para seu retorno como fornecedora oficial de pneus para a F1. Os testes foram possíveis graças ao avançado sistema de irrigação no Paul Richard High Tech Test Track, que é capaz de molhar a qualquer nível específico a pista para a realização de testes de pneus, independentemente das condições ambientais.

Ao longo dos dois dias de testes, Pedro de la Rosa completou 826 km a bordo da Toyota TF109 – sendo 294 km na segunda-feira e outros 532 km na terça-feira. O objetivo do teste era aperfeiçoar dois pneus de chuva da Pirelli: para uso em pista extremamente molhada e outro para pista intermediária.

O pneu para pista extremamente molhada é usado para condições de chuva forte, ao passo que o intermediário é um produto que apresenta bom desempenho na transição entre o piso seco e molhado. Esses pneus foram testados em Valência no início de outubro e houve muito progresso em Le Castellet.

A Pirelli testou os dois tipos de pneus exaustivamente nas mais variadas condições de pista, a fim de recolher dados sobre o comportamento de cada pneu: para pista molhada, úmida e mista (em processo de secagem). Como resultado, o desenho dos pneus de chuva foram concluídos e houve um significativo progresso em relação a definição dos compostos.

O piloto britânico Ben Hanley também testou os pneus de chuva para o GP2. Porém, ao contrário da Fórmula 1, o regulamento da GP2 não permite o uso de pneu intermediário. Desta forma, o pneu para pista molhada precisa ser extremamente versátil para lidar com uma ampla gama de condições de tempo chuvoso.

Os testes para pneus de chuva irão continuar no próximo ano, mas agora a fase européia de desenvolvimento chegou ao fim e a Pirelli segue em direção a Abu Dhabi, onde as equipes da Fórmula 1 poderão experimentar pela primeira vez a nova borracha em dois dias de testes: novembro (19 e 20), no fim de semana seguinte ao Grande Prêmio.

A Pirelli levará dois tipos de pneus lisos para Abu Dhabi: o pneu médio, como o principal, e o macio, como opcional. Cada um dos 12 carros das Fórmula 1 terão oito jogos de pneus disponíveis para os testes de dois dias, o que significa que a Pirelli levará cerca de 500 protótipos para o Oriente Médio.

O diretor de motorsport da Pirelli, Paul Hembery, comentou: “Estamos muito satisfeitos com o resultado desta sessão de testes de pneus de chuva. O sistema de irrigação em Paul Ricard permitiu realizar todo o trabalho que pretendíamos, em condições consistentes e ainda maximizar nosso tempo para obter o maior retorno. Com o fim dos nossos testes na Europa, agora vamos começar os testes em Abu Dhabi, que nos mostrarão onde realmente estamos. Nós sabemos que ainda há um grande passo a ser dado, porém acreditamos que temos uma base sólida de produtos e com a qual queremos avançar ainda mais – e a menos de três meses do prazo”.