Equipe A Mattheis Motorsport fecha o campeonato com pódio

16 de novembro de 2010

O Audi R8 LMS, da equipe A Mattheis Motorsport, terminou a 28ª edição dos 500 km de São Paulo, disputada neste domingo (14), no Autódromo de Interlagos na terceira posição e faturou o vice- campeonato da Copa das Federações de Endurance. Com grandes disputas, a corrida de longa duração, um pouco mais de 3 horas de prova, teve como vencedor a dupla da Ferrari, Chico Longo e Daniel Serra.

Xandy Negrão que largou da segunda posição do grid, logo no “S” pulou para a liderança da prova. “O começo da corrida foi muito disputada e divertida. Eu com o Audi, o Chico Serra com a Lamborghini e o Max Wilson de Porsche, fizemos uma disputa acirrada durante umas 20 voltas. Fui ultrapassado pelo Chico, devido a um desgaste muito grande de pneus , que me forçou a fazer uma parada a mais, antes da troca de pilotos”, conta Xandy Negrão.

Para o chefe de equipe Rodolpho Mattheis os pneus foram os vilões da etapa. “Foi uma inversão de expectativas. Achamos que o carro seria melhor, com um bom ritmo de corrida, mas os pneus não agüentaram. O desgaste foi muito maior que o esperado, e desta forma tivemos que antecipar nossas paradas e usar outro composto de pneus que não melhorou o rendimento”, explica.

Fora o desgaste de pneus a equipe sofreu uma penalização indevida, o que complicou a busca pela vitória. “Pilotei durante duas horas, e fizemos duas trocas de pneus. O primeiro jogo não correspondeu às expectativas, ele era muito lento, devido ao tempo mais quente durante a corrida do que nos treinos. Quando trocamos o segundo jogo de pneus fomos penalizados com um time penalty de um minuto, o que nos deixou fora da briga pela primeira colocação”, afirma Xandinho Negrão.

Foto: Juliana Martins.