Stock Car começa a acelerar no Distrito Federal nesta sexta-feira

19 de novembro de 2010

O Distrito Federal recebe, a partir desta sexta-feira, a Stock Car. A principal categoria do automobilismo nacional chega em momento decisivo de suas três competição: Copa Caixa Stock Car, Copa Chevrolet Montana e Mini Challenge, que prometem acelerar forte a partir dos treinos livres oficiais. Serão duas sessões para cada competição e servirão para os ajustes necessários para o final de semana. Como a briga pelos títulos segue acirrada, não deverá faltar emoção para o público brasiliense que prestigiar as provas. Os ingressos estão à venda e todas as informações como valores, opções e locais podem ser encontradas no site oficial, www.stockcar.com.br.

A agitação começou nesta quinta-feira, com a realização da carreata promocional. Carros de todas as divisões desfilaram pelas ruas da Capital Federal, mostrando para o público local a força dos motores e já dando uma prévia do que será a prova neste domingo, dia 21. Por onde passou, o ronco das máquinas atraiu muitas pessoas, e nos pontos de ônibus, nas ruas, nos viadutos muita gente parou para ver os carros da Stock Car.

Celulares e máquinas fotográficas serviram para registrar a chegada da principal categoria do automobilismo nacional à Capital Federal. A carreata reuniu três dos finalistas, Max Wilson, da Eurofarma (Chevrolet), Nonô Figueiredo, da Cosan Mobil Super Racing (Chevrolet), e Daniel Serra, da Red Bull Racing (Peugeot), e também o carro promocional da Goodyear, guiado por Vinicius Sá, gerente de eventos da marca. Além dos pilotos Sérgio Ramalho, representante da Copa Chevrolet Montana e Alexandre Conil, do Mini Challenge.

“Essa é uma ação que aproxima a categoria do público. Foi uma carreata bem organizada, e tinha bastante gente nas ruas. Aqui é bom porque é um percurso bem plano e largo. Foi bem legal”, destacou Daniel Serra.

A Copa Caixa Stock Car, divisão principal da Stock Car, realiza a terceira etapa da Mobil Super Final, que definirá o campeão de 2010. A liderança é do paulista Ricardo Maurício, da Eurofarma RC (Chevrolet), com 251 pontos, quatro a mais que seu companheiro de equipe, Max Wilson. Em terceiro lugar aparece Allam Khodair, da Blau Full Time (Peugeot), vencedor da última etapa e das duas provas realizadas em Brasília, no ano passado, com 240.

Ricardo Maurício destaca a motivação da prova. “Ela se manteve constante durante cada etapa do campeonato. Tivemos um carro muito competitivo durante toda a temporada e, além disso, confio muito em toda a equipe Eurofarma-RC e sei o potencial de cada profissional que temos. Todos têm muita vontade de vencer e isso também nos fortalece e motiva a cada dia”, declarou o piloto, que soma 251 pontos nesta Mobil Super Final.

A expectativa, como não poderia deixar de ser, é de briga acirrada desde os treinos livres. Afinal, a disputa segue aberta para os dez pilotos da Mobil Super Final. A classificação geral é a seguinte: 1) Ricardo Maurício, 251; 2) Max Wilson, 247; 3) Allam Khodair, 240; 4) Cacá Bueno, 236; 5) Átila Abreu, 234; 6) Nonô Figueiredo, 224; 7) Felipe Maluhy, 218; 8) Popó Bueno, 216; 9) Marcos Gomes, 210; 10) Daniel Serra, 207.

Foto: Fernanda Freixosa.