Max Wilson domina treinos da Stock Car em Brasília

20 de novembro de 2010

Vencedor de duas corridas na temporada (São Paulo e Londrina), Max Wilson (RC) confirmou a ótima fase ao estabelecer a volta mais rápida dos treinos que abriram nesta sexta-feira a programação da 11ª e penúltima etapa da Stock Car. O vice-líder dos playoffs estabeleceu o tempo de 57s903 pelos 2.919 metros do circuito da Capital Federal na segunda sessão, deixando a segunda posição para o companheiro de equipe Ricardo Maurício, que comanda a classificação do campeonato.

A sexta-feira foi marcada pelo forte calor e temperaturas que superaram os 30 graus no ar e 50 na pista. A verificação realizada pelos técnicos da Equipe Medley revelou que os pneus passaram dos 100 graus, novo recorde do ano. As diferentes condições de pneus, no entanto, impedem uma avaliação mais precisa das chances de cada piloto nas tomadas classificatórias deste sábado, cujo início está marcado para as 11h20. “Meus pneus são muito gastos e já sabíamos que o dia não seria fácil. Estamos ainda precisando trabalhar no acerto do carro, mas acredito que nossa diferença para o Max não é essa que vimos”, afirmou Xandinho Negrão (Medley), relativizando o 19º lugar no geral das duas sessões de 40 minutos.

Embora a questão dos pneus não possa ser menosprezada, chamou a atenção o 17º de Allam Khodair, que vem de vitória em Santa Cruz do Sul e foi o único a ganhar com o atual carro da Stock Car no anel externo de Brasília – o representante da Full Time Sports dominou as duas provas de 2009. De qualquer forma, a briga pela pole deverá ser intensa, uma vez que as características do traçado – apenas quatro curvas para a direita – favorecem o equilíbrio.

Os melhores tempos da sexta-feira em Brasília:

1º) Max Wilson 57s903 (Chevrolet)
2º) Ricardo Mauricio 58s099 (Chevrolet)
3º) Cacá Bueno 58s229 (Peugeot)
4º) Antonio Jorge Neto 58s240 (Chevrolet)
5º) Thiago Camilo 58s348 (Chevrolet)
6º) Popó Bueno 58s361 (Chevrolet)
7º) Alan Hellmeister 58s418 (Peugeot)
8º) Julio Campos 58s493 (Peugeot)
9º) David Muffato 58s493 (Peugeot)
10º) Daniel Serra 58s580 (Peugeot)
11º) Luciano Burti 58s640 (Peugeot)
12º) Duda Pamplona 58s678 (Chevrolet)
13º) Ricardo Sperafico 58s719 (Peugeot)
14º) Lico Kaesemodel 58s728 (Peugeot)
15º) Ricardo Zonta 58s784 (Chevrolet)
16º) Felipe Maluhy 58s866 (Chevrolet)
17º) Allam Khodair 58s886 (Peugeot)
18º) Valdeno Brito 58s922 (Chevrolet)
19º) Xandinho Negrão 58s931 (Chevrolet)
20º) William Starostik 58s974 (Peugeot)
21º) Giuliano Losacco 58s988 (Peugeot)
22º) Christian Fittipaldi 59s006 (Chevrolet)
23º) Nonô Figueiredo 59s022 (Chevrolet)
24º) Átila Abreu 59s060 (Chevrolet)
25º) Pedro Gomes 59s135 (Chevrolet)
26º) Marcos Gomes 59s188 (Peugeot)
27º) Thiago Marques 59s297 (Chevrolet)
28º) Betinho Gresse 59s399 (Chevrolet)
29º) Diego Nunes 59s497 (Peugeot)
30º) Alceu Feldmann 59s639 (Peugeot)
31º) Antonio Pizzonia 59s645 (Chevrolet)
32º) Rodrigo Sperafico 59s697 (Peugeot)
33º) Cláudio Ricci 59s767 (Peugeot)

Foto: Miguel Costa Jr./MF2