Cacá Bueno vence a 11a etapa da Copa Caixa Stock Car, em Brasília

21 de novembro de 2010

A definição do campeão da Copa Caixa Stock Car será em Curitiba, 12a e última etapa da temporada, marcada para o dia 5 de dezembro. A chance de terminar em Brasília acabou com o abandono do piloto Ricardo Mauricio, da Eurofarma RC (Chevrolet), até então líder da prova e do campeonato, em razão de um pneu furado. Com isso, Cacá Bueno, da Red Bull Racing (Peugeot), que vinha em segundo, assumiu a ponta e conseguiu levar seu carro a mais uma vitória na temporada. Ele completou as 46 voltas em 50min26seg655, seguido por Max Wilson, da Eurofarma RC, com 50min27seg824, e Thiago Camilo, da Ipiranga Vogel Motorsport (Chevrolet), com 50min29seg904.

Com os resultados da prova, a Mobil Super Final está assim: 1) Max Wilson, 267 pontos; 2) Cacá Bueno, 261; 3) Allam Khodair, 252; 4) Ricardo Maurício, 251; 5) Átila Abreu, 234; 6) Nonô Figueiredo, 229; 7) Daniel Serra, 221; 8) Felipe Maluhy, 220; 9) Popó Bueno, 219; 10) Marcos Gomes, 211. Vale lembrar que não está computado o descarte obrigatório. A etapa final será no traçado misto do Autódromo Internacional de Curitiba no dia 5 de dezembro. Agora quatro pilotos seguem vivos e com chances de conquistar o título: Max Wilson, Cacá Bueno, Allam Khodair e Ricardo Mauricio.

Brasília foi placo, mais uma vez, de uma corrida para lá de eletrizante, com disputas muito acirradas, toques, furos de pneus, troca de posições, briga acirrada pela liderança e muita técnica. A principal categoria do automobilismo nacional deu mais um show, para delírio das 40 mil pessoas presentes em um domingo de muito sol na Capital Federal. Além disso, a etapa ainda proporcionou emoção ao próprio campeonato, levando a decisão para Curitiba.

Cacá Bueno chegou a mais uma vitória graças à perfeita estratégia de sua equipe e um pouco de sorte, seguindo vivo na disputa do título de 2010. Com isso, Cacá assume o segundo lugar na classificação geral, com 261 pontos. E agora está mais confiante para a última etapa em Curitiba, na busca pelo tetra.

Max Wilson também conquistou um importante resultado em Brasília. O piloto da Eurofarma RC (Chevrolet) cruzou em segundo lugar, com o tempo de 50min27seg824 e agora é o novo líder da competição com 267 pontos. O terceiro colocado foi Thiago Camilo, da Ipiranga Vogel Motorsport (Chevrolet), completando as 46 voltas em 50min29seg904.

“Foi uma prova difícil e tumultuada. Fiz uma boa largada, mas fiquei preso entre outros pilotos. Tive alguns momentos bem tensos. E até o pit stop estava bastante complicado, porém depois disso, com um trabalho espetacular da equipe, voltei bem para a pista e a partir daí foi só administrar”, contou Cacá. “Essa vitória me deixa em segundo e isso é muito bom. Fico realmente feliz porque a gente merecia mesmo chegar à última etapa vivo no campeonato por tudo o que fizemos durante o ano”, salientou.

Max Wilson que chegou em segundo ficou satisfeito pela situação no campeonato. “Fiquei feliz com o segundo lugar, principalmente por conta do campeonato, já que agora estou na liderança. Mas também porque a corrida não foi tão boa, erramos um pouco na estratégia e perdi bastante tempo em alguns momentos, e mesmo assim consegui um bom resultado. Tudo isso faz parte e agora é continuar trabalhando”, enfatizou o atual líder da Copa Caixa com 267 pontos.

Thiago Camilo foi um dos destaques da etapa, largando em 13º o piloto da Ipiranga Vogel fez uma prova de recuperação e voltou ao pódio. “Foi uma corrida tensa, por conta de uma série de fatos extra pista. O ano tem sido difícil, e não ter entrado na Super Final foi muito frustrante. Mas o resultado veio hoje para lavar a alma e só tenho que comemorar e já pensar em 2011”, considerou Camilo.

Resultado da 11a etapa da Copa Caixa Stock Car:

1º) Cacá Bueno (Peugeot), 46 voltas em , 50min26s655
2º) Max Wilson (Chevrolet) a 1s169
3º) Thiago Camilo (Chevrolet) a 3s249
4º) Daniel Serra (Peugeot) a 3s709
5º) Allam Khodair (Peugeot) a 6s521
6º) David Muffato (Peugeot) a 10s264
7º) Xandinho Negrão (Chevrolet) a 12s030
8º) Julio Campos (Peugeot) a 19s022
9º) Alceu Feldmann (Peugeot) a 21s630
10º) Lico Kaesemodel (Peugeot) a 23s983
11º) Nonô Figueiredo (Chevrolet) a 24s579
12º) Antonio Pizzonia (Chevrolet) a 29s517
13º) Popó Bueno (Chevrolet) a 29s964
14º) Felipe Maluhy (Chevrolet) a 32s193
15º) Marcos Gomes (Peugeot) a 32s417
16º) Duda Pamplona (Chevrolet) a 33s288
17º) Valdeno Brito (Chevrolet) a 37s279
18º) Betinho Gresse (Chevrolet) a 37s482
19º) Antonio Jorge Neto a 46s428
20º) Ricardo Sperafico (Peugeot) a 1 volta
21º) Cláudio Ricci (Peugeot) a 1 volta
22º) Ricardo Zonta (Chevrolet) a 1 volta
23º) Rodrigo Sperafico (Peugeot) a 2 voltas
24º) Giuliano Losacco (Peugeot) a 7 voltas

Não classificados:

Átila Abreu
Ricardo Mauricio
Thiago Marques
Christian Fittipaldi
Luciano Burti
Diego Nunes
Pedro Gomes

Fonte:MBraga/Vicar – Fotos: Duda Bairros/Divulgação.