Domingo complicado em Brasília

21 de novembro de 2010

As intensas e, algumas vezes exageradas, disputas na penúltima etapa da Stock Car prejudicaram um fim de semana de progressos e resultados da Qualicorp Racing em Brasília. Segundo colocado no grid, Rodrigo Sperafico teve sérios problemas em seu carro após se envolver em um dos diversos toques corriqueiros que aconteceram durante as 46 voltas de prova.

Com uma estratégia de conservar carro, pneus e guardar o “push-to-pass” para a parte final e decisiva da etapa brasiliense, Rodrigo passou a maior parte da competição entre os cinco primeiros, mas um choque lateral arruinou todo o acerto do carro preparado pela Qualicorp Mico’s, fazendo o paranaense perder desempenho e abandonar nas voltas finais.

“Foi uma corrida muito disputada e estamos trabalhando forte para termos um carro competitivo. Infelizmente hoje não conseguimos uma boa posição por conta de circunstâncias que não conseguimos prever e evitar, mas a meta é continuar desenvolvendo o carro. Agora já estamos pensando na corrida de Curitiba, que é a nossa casa, e pretendemos fechar este primeiro ano com chave de ouro”, disse.

Na Copa Chevrolet Montana, a situação não foi diferente. Por conta de problemas na embreagem durante a tomada de tempos do dia anterior, Rodrigo Navarro saiu no meio do pelotão o que prejudicou sua evolução: “Durante a corrida sabíamos que tínhamos um carro competitivo e foi a realidade nós viemos ganhando posições, mas infelizmente não deu tempo”, relatou.

“Viemos evoluindo durante a corrida, sendo rápido, mas a Montana é uma categoria muito equilibrada então tem que largar na frente; se não largar na frente, dificilmente consegue evoluir. Os carros são muito iguais de reta e se você pega um piloto que te fecha um pouco mais duas ou três voltas e você perde segundos preciosos para poder buscar uma posição melhor no grid”, completou.

A próxima e decisiva etapa das duas categorias está marcada para o dia 5 de dezembro, em Curitiba.

Foto: José Mario Dias/Divulgação.