Valter Rossete confirma o título na GTBR4

29 de novembro de 2010

Faltava pouco para Valter Rossete comemorar a conquista do título da Itaipava GTBR4. Em resumo, não precisava nem terminar a prova, bastava fugir de uma eventual desclassificação, independentemente do resultado do vice-líder, Renan Guerra. Mas ele e o parceiro de pilotagem, Fabio Greco, foram para a pista sem pensar muito nisso, fizeram uma prova normal e, depois de andar boa parte da corrida nas posições de pódio, fecharam em nono lugar. Renan Guerra foi o terceiro.

O resultado apenas confirmou o que, matematicamente, já estava decidido desde a véspera. Neste cenário, houve espaço para uma corrida destacada de Cristiano Federico e Guto Negrão, vencedores em Interlagos. “Nós tivemos uma boa largada, a estratégia era não brigar com ninguém e administrar o desgaste do equipamento. Entreguei o carro para o Guto em segundo e quando ele entrou tratou de cuidar dos pneus”, disse Cristiano Federico.

A preocupação era justificável: na corrida da véspera, eles lideravam e perderam a prova no finalzinho, com um furo no pneu. Neste sábado, Sergio Lagana e Alan Hellmeister ficaram em segundo com uma ultrapassagem no finalzinho. “Hoje foi tudo muito bem. O Sérgio pilotou muito bem, foi para cima, pilotou com raça e conseguimos um bom resultado. No fim, eu fui para cima do Renan Guerra e consegui ultrapassá-lo”, contou Alan Hellmeister.

Renan Guerra fechou o ano com o terceiro lugar em Interlagos. “A Maserati não era menos veloz do que os outros, o problema é que ela não é muito constante. Além disso, o carro vai se desgastando muito durante as corridas. Na etapa de hoje foi ótimo, chegar entre os três melhores é excelente e estou muito feliz. Infelizmente perdemos o título, mas já está bom. Ano que vem tem mais e espero conquistar o título da Itaipava GTBR4”, revelou Renan Guerra.

Foto: Fernanda Freixosa.