Stock:Pizzonia e Gresse buscam terminar ano com bom resultado

2 de dezembro de 2010

A decisão da Copa Caixa Stock Car, neste domingo (dia 5), no autódromo internacional de Curitiba, em Pinhas (PR), promete muita emoção, com quatro pilotos na luta pelo título de 2010 (Max Wilson, Cacá Bueno, Allam Khodair e Ricardo Maurício). Mas quem está de fora da briga não quer deixar escapar a chance de dificultar a vida dos adversários e encerrar o campeonato com um bom resultado.

Na equipe Hot Car Competições (Agecom / Bardahl), este é o pensamento dos pilotos Antonio Pizzonia e Betinho Gresse, que a partir desta sexta-feira (dia 3) já aceleram no circuito paranaense.

“Que bom que a última etapa será no traçado misto. No ano passado, fui quarto lá e, na primeira etapa deste ano, vínhamos bem até eu ter um problema no carro”, comentou Pizzonia, que completa 20 anos de carreira em 2010.

“Tivemos uma temporada de altos e baixos, mas o carro melhorou bastante, temos evoluído e espero encerrar o campeonato com um bom resultado”, concluiu o amazonense, que subiu ao pódio na temporada, na etapa de Ribeirão Preto (SP).

Gresse também comemorou o fato da decisão acontecer no traçado misto e não no anel externo. “Fiquei feliz em saber que vamos correr no misto. Acho mais justo para todo mundo, além de ser um traçado que eu gosto bastante. Já tive bons resultados nesta pista e espero terminar em uma boa posição”, disse.

“Foi uma temporada bem adversa. Começamos o ano bem, mas alguns problemas, como falhas mecânicas e quebras, impediram que eu somasse bons pontos. Depois sofri um acidente e fiquei três meses parado, em virtude da fratura na clavícula direita. E o nosso segundo semestre não foi tão bom. Enfim, foi um ano tumultuado, mas espero conquistar um resultado melhor em Curitiba para já começar 2011 bem”, finalizou.

Amadeu Rodrigues, chefe da equipe, concorda com os pilotos. “Apesar de não estarmos no PlayOff, a motivação para vencer e buscar um bom resultado continua igual e vamos fazer o melhor trabalho possível para sair de Curitiba com um bom resultado”, declarou.

Rodrigues explicou que os problemas de desempenho dos motores, que aconteceram na última etapa, em Brasília (DF), foram solucionados. “Passamos os motores no dinamômetro e estavam realmente abaixo da potência. Corrigimos isso, fizemos uma revisão geral em tudo e vamos confiantes para a última etapa do ano”, completou.

No domingo, a largada da última etapa será às 11 horas, com transmissão ao vivo pela Rede Globo.