Jimenez pontua na Argentina e termina fim de semana da GT1 com saldo positivo

6 de dezembro de 2010

Um quinto lugar pela manhã e uma quarta posição na tarde deste domingo (05/12). A participação de Sergio Jimenez (GFS Software) na etapa de San Luis, na Argentina, no Campeonato Mundial de GT1 foi muito positiva. Correndo com o Lamborghini Murcielago da equipe Reiter, o brasileiro ainda saiu da última prova da temporada com 12 pontos.

No começo do dia, Jimenez foi o responsável por guiar o Lamborghini da Reiter na primeira meia-hora da corrida classificatória. Como o carro nº 25 teve de cumprir uma punição de cinco posições a menos no grid devido a um acidente com o companheiro do brasileiro, o alemão Frank Kechele, na etapa de Interlagos, Sergio teve de largar da nona colocação. Com uma boa atuação, a dupla recuperou quatro postos e terminou a prova preliminar em quinto.
De tarde, na prova principal, Kechele foi o responsável pela largada. Saindo da quarta colocação, o alemão fez uma corrida sólida e entregou o carro a Jimenez na mesma posição. O começo da pilotagem do brasileiro foi meio atribulado, mas ele não demorou muito a ficar confortável no circuito argentino.
“Quando eu assumi a direção, o carro estava meio inguiável, com uma calibragem baixa. Só que as coisas foram melhorando com o passar do tempo. Tanto que eu era o mais rápido entre todos os carros no fim”, disse Jimenez, que ficou com a sensação de que o bom resultado conquistado na corrida, o quarto lugar, poderia ter sido ainda melhor.
“Os três primeiros estavam voando, principalmente os Aston Martin. Mas quase deu pódio, nosso ritmo de corrida sempre era bom com pneus gastos. Eu poderia ter chegado lá”, declarou o piloto.
Mas não há nada a lamentar para Jimenez, que exaltou o trabalho feito por ele e Kechele no fim de semana. “Eu dei oito voltas com o carro e fui direto para a corrida. Sempre que mudei o carro, conseguimos melhorar. Fomos a melhor Lamborguini, disparados. Eu e o Kechele fizemos um excelente trabalho aqui, todo mundo da equipe ficou satisfeito”, comentou.
Com a boa impressão deixada tanto na Argentina como também no Brasil, na semana passada, agora fica a expectativa para Jimenez de pintar uma oportunidade no grid da GT1 em 2011. “Conversei com algumas pessoas no fim de semana. Fica a expectativa, mas vamos esperar”, concluiu.
Confira os cinco melhores da corrida principal:
1-) Frédéric Makowiecki/Yann Clairay (Aston Martin DB9) – 1h00min28s
2-) Richard Westbrook/Thomas Mutsch (Ford GT) – +13s616
3-) Clivio Piccione/Jonathan Hirschi (Aston Martin DB9) – +23s159
4-) Sérgio Jimenez/Frank Kechele (Lamborghini Murcielago 670 R-S) – +23s623
5-) Jose Maria Lopez/Stefan Mücke (Aston Martin DB9) – +26s883