Ulysses Bertholdo e Eduardo “Soneca” vencem o Capacete de Ouro na categoria Rally

15 de dezembro de 2010

Ulysses  Bertholdo e Eduardo “Soneca”, que registraram em 2010 sua primeira participação  na  Copa  Peugeot  de  Rally, conquistaram o prêmio máximo do automobilismo nacional na noite de ontem (13/12), em cerimônia realizada na capital paulista.

As  três  duplas  que  concorreram  na  14ª edição do Capacete de Ouro pela categoria  Rally  disputam  a  Copa  Peugeot,  uma  confirmação  de  que a competição  organizada  há  oito  anos pela Peugeot Sport Brasil mantém seu compromisso de revelar e evidenciar os talentos do rali brasileiro.

A  Copa Peugeot de Rally, competição organizada pela Peugeot Sport Brasil e que  segue  rumo à sua nona temporada, foi representada no Capacete de Ouro 2010  por  nada  menos  que  três  duplas  de  pilotos  e  navegadores que participaram do Rally de Velocidade no decorrer deste ano.

Considerado  o mais importante prêmio do automobilismo nacional, o Capacete de  Ouro  é promovido anualmente pela revista Racing. Ao todo, 18 ícones do esporte  a  motor foram premiados com o troféu que leva o nome do evento em 15  categorias,  a  partir  da  votação  de um júri formado por jornalistas indicados pela Motorpress Brasil Editora.

O troféu mais cobiçado na categoria Rally foi entregue a dupla formada por Ulysses  Bertholdo  e  Eduardo  Silva,  que  registrou em 2010 sua primeira passagem  pela  Copa  Peugeot. Este foi o quinto título de Bertholdo (1998, 2000, 2003, 2004 e 2010), que já competiu em diferentes categorias ao  longo de sua carreira no rali.

“Estou muito surpreso porque voltei para o rally esse ano. Acho que deu para ‘tirar  a  poeira’  dos  tempos que fiquei afastado”, brincou o piloto, que conquistou  o  vice-campeonato  da  Copa Peugeot na categoria 207 Super  com menos de um segundo de diferença em relação ao primeiro colocado.

Para  o navegador da dupla, conhecido como “Soneca”, o prêmio teve um sabor de  dupla vitória, já que ele sagrou-se campeão também entre navegadores na competição   da  Peugeot  –  nela,  pilotos  e  navegadores  são  pontuados separadamente.  “Agradeço  ao  Ulysses  pelo  convite para essa parceria, a disputa  foi  muito  acirrada  durante  todo o ano e felizmente conseguimos realizar um bom trabalho juntos”, completou.

O  troféu  de  prata foi recebido pelo piloto Rafael Túlio, tetracampeão da Copa Peugeot de Rally e que soma dois troféus desta premiação (ouro em 2007 e  2009),  e  por  seu  navegador  na temporada 2010, César Valandro. Fábio Dall’Agnol e Gabriel Morales, que também disputam na categoria 207 Super da Copa Peugeot, ficaram com o bronze.

Fotos: Divulgação.