Focus 2011 passa por crash test

17 de dezembro de 2010

O novo Focus, que terá lançamento global, a partir do próximo ano, como modelo 2012, acaba de cumprir um exaustivo programa de testes com mais de 12.000 impactos, no mundo real e virtual. A operação desenvolvida pela Ford utiliza novas tecnologias de crash tests com o objetivo de proteger, cada vez mais, a vida dos ocupantes do veículo, no caso de colisões. Os testes de colisão física foram realizados após uma bateria de simulações virtuais, pelo computador, no sentido de elevar a segurança do Ford Focus.
Além disso, a próxima geração do Focus oferece um conjunto de inovações na área de segurança que incluem um airbag dianteiro com avançada tecnologia para a proteção do tórax e costelas do motorista em colisões frontais.
Importante novo detalhe, nos airbags laterais, é uma abertura na altura do ombro  que permanece aberta durante o impacto. Trata-se de outra inovação da montadora para reduzir a pressão e melhorar a proteção da cabeça e pescoço nos bancos dianteiros.
Os estudos de engenharia da Ford concluíram, também, pela instalação de uma estrutura de aço ultra-resistente e leve, na coluna “B”. A proteção, com materiais avançados, ajuda a atender às normas dos testes de impacto nos mercados mundiais e ainda minimiza o peso do veículo objetivando a economia de combustível.

O novo Focus, que terá lançamento global, a partir do próximo ano, como modelo 2012, acaba de cumprir um exaustivo programa de testes com mais de 12.000 impactos, no mundo real e virtual. A operação desenvolvida pela Ford utiliza novas tecnologias de crash tests com o objetivo de proteger, cada vez mais, a vida dos ocupantes do veículo, no caso de colisões.Os testes de colisão física foram realizados após uma bateria de simulações virtuais, pelo computador, no sentido de elevar a segurança do Ford Focus.Além disso, a próxima geração do Focus oferece um conjunto de inovações na área de segurança que incluem um airbag dianteiro com avançada tecnologia para a proteção do tórax e costelas do motorista em colisões frontais.Importante novo detalhe, nos airbags laterais, é uma abertura na altura do ombro  que permanece aberta durante o impacto. Trata-se de outra inovação da montadora para reduzir a pressão e melhorar a proteção da cabeça e pescoço nos bancos dianteiros.Os estudos de engenharia da Ford concluíram, também, pela instalação de uma estrutura de aço ultra-resistente e leve, na coluna “B”. A proteção, com materiais avançados, ajuda a atender às normas dos testes de impacto nos mercados mundiais e ainda minimiza o peso do veículo objetivando a economia de combustível.

Fonte: Ford.