Desafio das Estrelas: Pneu sai da roda e deixa Pizzonia fora da briga pelo título

19 de dezembro de 2010

Um problema com um dos pneus logo nas primeiras voltas tirou o amazonense Antonio Pizzonia da briga pelo título do Desafio Internacional das Estrelas, na disputa da 2ª bateria, neste domingo (dia 19), no kartódromo Arena Sapiens, em Florianópolis (SC). Após a conquista da pole e do terceiro lugar na bateria de sábado (18), Pizzonia largou em sexto (os oito primeiros tiveram suas posições invertidas no grid). Logo na largada, ele pulou para quarto, mas acabou abandonando, após completar três das 28 voltas disputadas, com o pneu traseiro direito destalonado (fora da roda).

A vitória neste domingo ficou com Bia Figueiredo, que superou Rubens Barrichello (2º) e Felipe Giaffone (3º). Mesmo tendo abandonado a corrida, Lucas di Grassi foi o campeão da edição 2010 do Desafio das Estrelas, por ter vencido a prova de sábado (que tinha um peso maior).

Com os 16 pontos, obtidos no sábado, Pizzonia terminou o evento na nona colocação. “Um dos pneus saiu da roda, o que não é muito difícil no kart, mas não era para acontecer. Assim, não deu para continuar e tive de parar”, explicou Pizzonia.

“Larguei bem, pulei para quarto, mas na reta o motor que eu peguei hoje não andava nada (os motores são novamente sorteados). Já sabia que ia ser difícil, mas considerando tudo o que aconteceu hoje (os primeiros colocados de ontem não terminaram bem), talvez se não fosse o problema com o pneu, poderia ter boas chances de pontuar e ganhar no geral. Mas o importante é a festa. Andei rápido o final de semana todo. Conquistei a pole, o que é muito bom, porque é um momento onde é cada um por si. Então sair daqui com esse resultado é como se fosse um título pra mim”, destacou o amazonense, que disputou o evento pela Itaipava Racing Team.

Agora o piloto volta suas atenções para a preparação física, já visando a temporada 2011. No final de janeiro, Pizzonia disputa a Maratona de Miami, nos EUA. Fora das pistas, o piloto também tem se dedicado às provas de triatlo. “Não pode parar. É uma forma de eu estar bem para quando os campeonatos recomeçarem”, finalizou o piloto que em 2010 correu na Stock Car e Itaipava GT Brasil.

Fotos: José Mário Dias e Everton Burle/Divulgação.