Sem bom rendimento do kart na 1ª bateria, Fittipaldi aposta fichas na prova deste domingo

19 de dezembro de 2010

A 1ª bateria do Desafio Internacional das Estrelas, disputada na noite deste sábado (dia 18), em Florianópolis (SC), levou um grande público para o kartódromo Arena Sapiens, que assistiu à vitória de Lucas di Grassi, seguido por Felipe Massa (2º) e Antonio Pizzonia (3º).

Christian Fittipaldi, que largou da 18ª posição, não contou com um bom rendimento do seu kart e terminou na mesma colocação de largada, após a disputa das 28 voltas. Neste domingo (19), os oito primeiros largam em posição invertida no grid. Portanto, Rubens Barrichello – que foi o oitavo neste sábado – sai na pole. Da oitava colocação em diante, os pilotos manterão a posição de chegada na prova e, sendo assim, Fittipaldi será novamente o 18º no grid.

A bateria final, que vai definir o campeão da 6ª edição do Desafio das Estrelas, terá sua largada às 11 horas, com transmissão ao vivo da TV Globo.

“Foi uma corrida sem nada muito especial. Larguei em 18º e terminei na mesma colocação. O kart estava escapando de traseira e foi perdendo cada vez mais rendimento. Vamos fazer algumas modificações para amanhã e ver o que acontece”, declarou Fittipaldi.

De acordo com o piloto, no classificatório, o equipamento estava bem e ele só não conseguiu ir ao Top Qualifying, em virtude da extrema competitividade dos 27 karts na disputa.

“No classificatório, a briga foi muito apertada. Eu estava em quarto e, duas voltas depois, já aparecia em nono. Se tivesse sido um décimo e meio mais rápido, estaria entre os primeiros. Faltou estar na hora certa e no lugar certo na pista, pegar vácuo, etc”, lembrou.

Para o piloto, a prova deste domingo, disputada durante o dia, terá mais briga de posições, em virtude do calor, que terá influência maior na performance dos karts. “Amanhã, com o calor, acredito que vai ter mais brigas e troca de posições”, finalizou.