Caso de polícia: Revista Veja revela esquema de lavagem de dinheiro envolvendo Piquet e Federação Cearense de Automobilismo

21 de dezembro de 2010

A Revista Veja, desta semana, publica matéria, baseada em relatório das investigações da Polícia Federal, ao qual teria tido acesso, que aponta envolvimento do ex-piloto  de Fórmula Um Nelson Piquet e seu filho Nelsinho, com esquema de lavagem de dinheiro por meio da Federação Cearense de Automobilismo (FCA).

O relatório que, segundo a Veja, baseou a matéria assinada pelos jornalistas Felipe Patury e Marcelo Sperandio, é fruto das investigações desencadeada pela PF na Operação Podium, no mês de novembro que investigou  o envolvimento da FCA em um esquema fraudulento, que teria movimentado cerca de R$ 50 milhões entre os anos de 2005 e 2008 envolvendo ainda as empresas Marquise e Newland, ambas do Ceará.

A investigação foi iniciada em 2008, a partir de um relatório da Receita Federal. Em seguida, o Ministério Público Federal (MPF) instaurou um inquérito para apurar as possíveis irregularidades. A Receita Federal levantou as movimentações bancárias da FCA no período de 2005 a 2008 que somaram a quantia de R$ 51 milhões.

De acordo com a publicação, o piloto Hibernon Cysne, que atuou na presidência da  FCA entre os anos de 2004 a 2008 usou a entidade para lavar dinheiro e distribuir propinas para políticos em um esquema de evasão de divisas, dentre outros crimes contra o Sistema Financeiro Nacional envolvendo os ex-pilotos Nelson Piquet e  Xandy Negrão e os pilotos Nelsinho Piquet e Diego Nunes.  Hybernon, revela a revista, diz ter confessado à Receita Federal, que usou a FCA no intermédio de atividades ilícitas.

Na matéria consta que somente Nelson Piquet (através de sua empresa Autotrac) enviou R$ 2,7 milhões à FCA, entre 2005 e 2008, e a entidade lhe devolveu R$ 500 mil. Outros R$ 5,2 milhões foram enviados para a conta no exterior de Nelsinho.  Ainda segundo a revista,  o ex-piloto admitiu o envio de dinheiro para seu filho.

A revista completa que após a saída de Hybernon da presidência da FCA, o atual presidente da entidade, Haroldo Scipião cobrava 40% de comissão sobre patrocínio do governo do Ceará.

Para ver na íntegra a reportagem da Veja clique nos links  abaixo das  imagens das páginas. Os links estão no Blog Tudo Aqui

Link – http://carolinaaraujodanziger.files.wordpress.com/2010/12/document.jpg

Link – http://carolinaaraujodanziger.files.wordpress.com/2010/12/document-2.jpg

Link – http://carolinaaraujodanziger.files.wordpress.com/2010/12/document-3.jpg

Link – http://carolinaaraujodanziger.files.wordpress.com/2010/12/document-4.jpg