Dakar Amarok Logbuch 11

4 de janeiro de 2011

Por:  Carlos Lua direto de San Miguel de Tucumán.

Tucumán comemorou mais ainda com Sainz.

Sainz continua vencendo e abrindo vantagem
A segunda etapa do Dakar explorou novos terrenos mais ao norte na Argentina. Terrenos que já acolheram muitas etapas do WRC e que abrigam uma população apaixonada por velocidade. Nesta segunda feira muitos estavam já postados às 6 da manhã para assistir à passagem de motos, quadriciclos, carros e caminhões. Quando o primeiro carro apontou comemoraram como nunca, ainda mais que era Carlos Sainz um herói local que ao lado de Lucas Cruz fez hoje mais uma marca de vitória no seu Race Touareg 3.

“Não pense que foi fácil”
Com essas palavras Carlos Sainz começou a contar como foi a Etapa Córdoba>Tucuman deste 03 de janeiro, imediatamente depois de responder às perguntas de praxe de uma multidão de jornalista. “Ataquei desde o início para abrir também uma vantagem moral e deu certo. A chuva nos pegou a todos em momentos diferentes e, por ser o primeiro da fila e ter de novo problemas com o meu limpador de pára brisas, acabei sofrendo um pouco mais que os outros. Mas a vantagem inicial garantiu mais uma vitória difícil, já que no final ainda tivemos que negociar a ultrapassagem de um carro oficial que ia bem devagar. O Lucas e eu vamos continuar assim caprichando um dia após o outro”. O sorriso aberto e franco escondia apenas uma dúvida “Qual era a minha vantagem sobre os adversários exatamente naquele início de especial, ali onde eu, Carlos Lua, estava cronometrando?”. Esclarecida a dúvida (já naquele ponto da especial Sainz levava 46s de vantagem sobre Peterhansel que vinha em segundo e 78s de vantagem sobre a dupla Nasser Al-Attyiah/Timo Gottschlalk no Race Touareg 3 – 302) piscou o olho e me convidou para comer penne com molho de tomate e azeite de oliva.

Nasser em 2º, DeVilliers em 4º e Miller com uma “tombada”
O dia da Equipe VW teve ainda a ótima atuação de Nasser que roubou o segundo lugar do francês Peterhansel (o piloto do Qatar agora é 3º na classificação geral com apenas 14s de vantagem sobre o francês da BMW) e um 4º lugar da dupla DeVilleirs/Von Zizttewitz mesmo eles tendo que parar para ver se Mark Miller/Ralph Pitchford precisavam de ajuda.

A máscara da decepção
São coisas de corrida e Mark Miller sabe disso o que não impediu a sua decepção depois que uma escapada em uma curva para a esquerda fez o seu Race Touareg 303 rolar, parar de cabeça para baixo e ter que ser ajudado pelos espectadores a voltar para a prova que ele terminou em 43º lugar a 50 minutos de Sainz.

Amarok na cronometragem
Saindo de Córdoba mais as Amarok dos jornalistas chegaram na hora certa em El Estanque para assistir, no meio da chuva, um belo trecho da prova. Valeu a torcida e a pequena ajuda moral na cronometragem.

Confira mais um o vídeo da competição. http://www.youtube.com/watch?v=YKGn2nb2LNM&feature=player_embedded

Fonte: Textobras – Zarhi El Malek.  Fotos: Divulgação.

A coluna é redigida por Carlos Cintra Mauro, o Lua. Um dos mais respeitados jornalistas da área automotiva e eutomobilística,  iniciou  sua carreira na mídia pela publicidade. Engenheiro mecânico e apaixonado por automóveis, teve passagem pelo rádio (Jovem Pan), pela  Sport Tv onde editou o programa Linha de Chegada e hoje integra a equipe da Race TV (www.racetv.com.br).