Dakar Amarok Logbuch 14

7 de janeiro de 2011

Al-Attyiah e Sainz com o VW Race Touareg fazem 2º e 3º em Iquique, Sainz mantém a liderança.

Por:  Carlos Lua Cintra Mauro, direto de Iquique.

Foi o primeiro dia dedicado a uma porção maior de dunas, que requer mais dos tripulantes e de seus carros. Foi o dia anterior ao dia de descanso do Dakar, mas apenas a 5ª de 13 etapas. Foi o dia de medir desempenhos e de verificar a quantas andam os equipamentos uns em relação aos outros. Foi ainda o dia da descida de Iquique, que mesmo tendo mudado ligeiramente de lugar (como que para comprovar a variedade das opções chilenas) continua sendo uma marca registrada, uma referência mundial, graças ao Dakar.

22 a 20
Com a vitória de hoje o francês Stephane Peterhansel chegou a 22 vitórias (na categoria carros) em especiais em provas do Dakar, ele que vem seguido de perto nesta contagem pelo espanhol Carlos Sainz, que chegou à sua 20ª vitória na etapa de ontem, dia 5 de janeiro. Hoje Sainz, o primeiro na estrada, se equivocou em uma referência (os que vieram atrás viram os seus rastros e puderam corrigir em tempo) e passou praticamente toda a especial entre Calama e Iquique a um minuto e meio atrás de Peterhansel. Da metade para o final da especial, já na parte das grandes dunas, Sainz recuperava o tempo perdido e, quando estava a apenas 47seg da liderança, teve que frear (havia um motociclista parado no alto de uma duna se esforçando para não deixar a sua motocicleta cair) e atolou o seu Race Touareg 3 – 300. “Tivemos que sair do carro, o Lucas e eu, para desatolá-lo e perdemos tempo, faltavam apenas sete quilômetros para o final da especial. Mas é assim mesmo, amanhã são eles que partem à frente e cabe a nós aproveitar a oportunidade”. Já Nasser Al-Attyiah classificava a prova de hoje como perfeita, culminando com a descida na duna de Iquique (2,3km de distância para descer 700 metros), “Cheguei a 200 km por hora na descida, sensacional. A traseira do meu Race Touareg 3 mexia como se quisesse passar a frente”

Race Touareg 3 da Volkswagen agora em 1º, 3º, 4º e já em 7º
Na geral, a dupla Sainz/Cruz, no Race Touareg 3 #300, tem agora 2min 26seg de vantagem sobre o BMW X3 #301, de Pettrehansel/Cottret, e 2min 33seg sobre os seus companheiros de equipe Al-Attyiah/Gotttchalk no Race Touareg #302 em 3º. Os Race Touareg 3 de De Villeirs/Von Zitzewitz e Miller/Pitchford ficaram em 4º e 5º lugares respectivamente e vão em 4º e 7º na geral.

O Brasil nas dunas, também
Spinelli/Haddad (Mitsubishi) vão mantendo muito bem 8º lugar na geral depois de fazer 8º também hoje. Koerich/Cavassin (Mitsubishi) subiram para 20º na geral depois do 21º de hoje. Entre as motos Zé Hélio (BMW) caiu para a 11ª posição na geral, Jean Azevedo (KTM) subiu para a 14ª e Vicente De Benedictis ganhou seis posições e vai em 82º na geral. André Azevedo, entre os caminhões, fez 7º e manteve a mesma colocação na geral.

A Amarok e os mares
Dia curto de apenas 337km de distância, saindo porém de 3.300 metros de altura para chegar aos apenas 39 metros acima do nível do mar daqui de Iquique. Prato cheio para a Amarok que nos trouxe de Oceano a Oceano com apenas quatro tanques e meio de combustível. Fácil.

Fonte: Textobras – Zarhi El Malek.  Fotos: Divulgação.

A coluna é redigida por Carlos Cintra Mauro, o Lua. Um dos mais respeitados jornalistas da área automotiva e eutomobilística,  iniciou  sua carreira na mídia pela publicidade. Engenheiro mecânico e apaixonado por automóveis, teve passagem pelo rádio (Jovem Pan), pela  Sport Tv onde editou o programa Linha de Chegada e hoje integra a equipe da Race TV (www.racetv.com.br).