Dakar Amarok Logbuch 23

15 de janeiro de 2011

Nasser Al- Attiyah/Timo Gottschalk e o VW Race Touareg 3, os grandes vencedores do Dakar 2011
Por: Carlos Lua, direto de Buenos Aires, Argentina, 15 de janeiro – Depois de 13 dias, 9.500 quilômetros percorridos (dos quais 5.000 cronometrados) chegou ao fim a maratona anual do maior e mais difícil Rally Cross Country do mundo, o Dakar. Assim como em 2010, três VW Race Touareg 3 ocuparam as três primeiras colocações na classificação geral e venceram entre eles 12 das 13 etapas disputadas. O vencedor foi o 302 da dupla Nasser Al-Attiyah/Timo Gottschalk (Qatar/Alemanha), seguidos pelo 308 da dupla Giniel De Villiers/Dirk Von Zitzewitz (África do Sul/Alemanha) que ficou a 49min 41seg do campeão, e em terceiro o 300 da dupla Carlos Sainz/Lucas Cruz (Espanha/Espanha), que terminou a 1h 20min 38seg do líder. O quarto carro da Equipe, o 303 da dupla Mark Miller/Ralph Pitchford (Estados Unidos/África do Sul,) ficou com a 5ª colocação geral, após passar todo o Dakar servindo de assistência veloz aos seus companheiros depois que se atrasou em uma capotada no segunda etapa. Para a VW é o tricampeonato confirmado desde que o Dakar estreou em terras da América do Sul em 2009. Para Nasser é a maior afirmação em uma carreira em rallys que inclui um Campeonato do Mundo em PWRC em 2006 e, em esportes em geral, 4º lugar nos Jogos Olímpicos de Atenas no tiro ao pombo. Dois marcos que vão ajudar a moldar o futuro de curto e médio prazo de todos os envolvidos.
Volkswagen: 1º, 2º, 4º e 5º hoje e 1º, 2º, 3º e 6º na geral
A última etapa do Dakar 2011 teve 181 km e foi mais uma oportunidade para que toda a entusiasmada população argentina pudesse ver de perto seus ídolos. Foi também uma ocasião para mostrar a habilidade dos pilotos, a técnica dos co-pilotos e a confiabilidade dos carros ao final de tantos dias de esforço. Sainz venceu mais uma vez (24ª etapa do Dakar, a 7ª apenas neste de 2011) e ultrapassa assim Peterhansel, que ficou estacionado na sua vitória de número 23. Atrás de Sainz, neste último dia de Dakar, os campeões 2011 Nasser e Timo do 302 fecharam com o segundo tempo, em 3º a dupla BMW 307 Holowczyc/Perin, em 4º Giniel De Villiers/Dirk Von Zitzevitz no Race Touareg 3 308, e 5º Mark Miller/Ralph Pitschford no Race Touareg 3  304, deixando o 6º lugar para a BMW X3 301 de Peterhansel/Cottret.
Ainda existe um Brasil que luta
Jean Azevedo voltou à categoria das motos e não só venceu a sua categoria como chegou em 3º na última etapa, e terminou em 7º na classificação geral. Que beleza! Guiga Spinelli/Youssef Haddad terminaram em 7º outra vez ficaram em 9º na geral e em 2º na categoria gasolina. Marlon Koerich/Bina Cavassin 15º hoje, 14º na geral e 1º na categoria estreantes. Cinco lutadores que têm o verdadeiro espírito esportivo necessário ao Dakar e que tiveram as suas maiores conquistas nesta prova.
Amarok de ponta a ponta
Quatorze días depois de ter saído de Buenos Aires a Amarok está de volta. Passou por sobre a Cordilheira dos Andes, foi ao Pacífico, enfrentou dunas, fesh-fesh, estradas de terra rápidas, autoestradas, calor de 48º graus, frio de 3,5º negativos viu paisagens inesquecíveis e assitiu a uma disputa espetacular. Tudo sem perder o ritmo ou deixar em desconforto seus passageiros. Um grande veículo para um grande evento, uma experiencia única para um veículo sem igual.
Fonte: Textobras – Zarhi El Malek.  Fotos: Divulgação.
A coluna é redigida por Carlos Cintra Mauro, o Lua. Um dos mais respeitados jornalistas da área automotiva e eutomobilística,  iniciou  sua carreira na mídia pela publicidade. Engenheiro mecânico e apaixonado por automóveis, teve passagem pelo rádio (Jovem Pan), pela  Sport Tv onde editou o programa Linha de Chegada e hoje integra a equipe da Race TV (www.racetv.com.br).