Honda/Castrol volta a ter equipe no Mundial de Superbike

19 de janeiro de 2011

A nova equipe, que conta com os pilotos Jonathan Rea e Ruben Xaus competindo com a CBR1000RR Fireblade da Honda, será comandada pelo time da Ten Kate Racing, baseado na Holanda e que orienta a participação da Honda no Campeonato Mundial de Superbike desde 2004. Ronald Ten Kate, chefe da equipe, sente-se privilegiado em participar da retomada da parceria, “Quando nossa aventura no campeonato mundial começou há muitos anos, a Castrol Honda era a única equipe no paddock que todos admiravam, cujos padrões profissionais e de desempenho todos queriam alcançar.”

A associação da Castrol com a Honda em competições de motociclismo foi iniciada na primeira participação do fabricante japonês no Tourist Trophy, da Ilha de Man, em 1959. Em 2009, as duas empresas comemoraram 50 anos de atuação conjunta neste esporte.

A parceria das duas marcas, nos últimos anos, rendeu nada menos do que três títulos mundiais à equipe Castrol Honda, no Campeonato Mundial de Superbike, com John Kocinski em 1997 e duas vezes com o piloto americano Colin Edwards, em 2000 e 2002.

Para Jonathan Rea, 23 anos, a nova temporada, que começa em 27 de fevereiro, na Ilha Phillip, Austrália, será sua terceira participação no Campeonato Mundial de Superbike. O norte-irlandês terminou em quinto lugar em 2009, com duas vitórias, marca que ele dobrou na última temporada, chegando ao quarto lugar do campeonato em 2010.

Ruben Xaus, por sua vez, começou a participar do Campeonato Mundial de Superbike em 1998 e terminou como segundo colocado em 2003, antes de passar dois anos no MotoGP. O piloto catalão, de 32 anos, acumula 11 vitorias em sua carreira e, até o momento, subiu ao pódio 35 vezes.

Donald Smith, gerente de patrocínio , Marketing Global da Castrol, comenta: “Estamos felizes em nos unirmos à Honda mais uma vez, no retorno da famosa equipe Castrol Honda do Mundial de Superbike. O motociclismo dá à Castrol o melhor ambiente para testar e desenvolver sua avançada tecnologia Castrol Power 1 e a equipe Castrol Honda do Mundial de Superbike é uma poderosa plataforma para demonstrar o desempenho desses lubrificantes”.