Fábrica da Ford em Taubaté produz 5 milhões de motores

20 de janeiro de 2011

A Ford comemora dois marcos históricos de produção na fábrica de Taubaté, superando o volume de 5 milhões de motores e 4 milhões de transmissões. Considerada a mais moderna do Brasil e referência para a Ford no mundo, a unidade é responsável pela produção das famílias de motores RoCam e Sigma – novo motor global que conquistou prestígio internacional pela alta performance, baixo peso e consumo – e das transmissões IB5, que equipam diversas linhas de veículos vendidas na América do Sul, América do Norte e África.

O primeiro motor produzido na Fábrica de Taubaté, em 1974, foi o OHC 2.0 e 2.3, para equipar o Mustang e o Thunderbird, nos Estados Unidos, o Ford Sierra, na Argentina, e o Maverick e a F-1000 no Brasil. De 1995 a 1999, ela produziu os motores HCS 1.6 para o Fiesta e o Escort, montados no Brasil e Argentina, respectivamente.

Em 1999, iniciou a produção do RoCam nas versões 1.0 e 1.6, para o Ka e a Courier montados na fábrica de São Bernardo, o Focus feito na Argentina e o Fiesta RoCam e o EcoSport produzidos em Camaçari. Desenvolvida para oferecer alto desempenho e economia, a família RoCam evoluiu nos anos seguintes e incorporou a mais avançada tecnologia flex.  Em 2010, a fábrica iniciou a produção do motor Sigma 1.6, com plataforma global, que equipa o Focus, montado na Argentina, e o New Fiesta, montado no México para os mercados da América do Norte e do Brasil.

As transmissões produzidas em Taubaté destacam-se pela suavidade de engate, operação silenciosa e grande durabilidade. A fábrica tem um volume de produção de 1.700 transmissões por dia, em três turnos. Atualmente, produz as transmissões IB5 para as linhas Focus, Fiesta RoCam e Ka, além do New Fiesta.